Parcele sua compra em até 6 vezes no cartão de crédito. Visa card MasterCard Black card American Express Black card

10 dicas para organizar sua viagem a Roma

Quer você seja um estreante na Cidade Eterna ou um viajante experiente, tome nota destas dicas para evitar cair em armadilhas turísticas - fique alerta!

Nuria Rozas

Nuria Rozas

Leitura de 8 minutos

10 dicas para organizar sua viagem a Roma

Fonte de Trevi | ©Cristina Gottardi

Você já tem uma lista de coisas para ver e fazer em Roma, mas agora você está planejando sua viagem e não sabe bem por onde começar. Não se preocupe. Neste pequeno guia vou dar algumas dicas básicas para ajudá-lo a organizar facilmente sua viagem à Cidade Eterna, conhecer o melhor momento para visitar a capital e sobreviver aos trapaceiros e truques concebidos para enganar os turistas.

1. Quando viajar para Roma?

Parque dos Aquedutos| ©Andy Montgomery
Parque dos Aquedutos| ©Andy Montgomery

Pode parecer um clichê, mas qualquer época do ano para visitar Roma é fantástica, pois as temperaturas são muito suportáveis e cada estação tem seu encanto. Você consegue imaginar ver o Coliseu coberto de neve? Bem, embora não seja usual, foi tingido de branco em algumas ocasiões.

Primavera

A primavera traz mais horas do dia e temperaturas amenas, convidando você a passear ao ar livre e explorar os jardins do parque repletos de flores de Roma. Tome nota de 10 coisas a fazer na capital durante a primavera, incluindo a experiência de uma autêntica Páscoa Romana.

Verão

Durante o verão em Roma, o calor pode nos pregar uma peça. As temperaturas são muito altas e às vezes muito sufocantes. Entretanto, você pode aproveitar a oportunidade para apreciar a Ilha do Tibre e seu cinema ao ar livre, as praias de água turquesa nos arredores ou dar um mergulho no lago Colli Albani, onde você terá como vizinho em sua residência de verão nada mais nada menos que... Papa Francisco!

Inverno

Se você não tem medo do frio e da chuva, visitar Roma no inverno é uma boa idéia porque o Natal é mágico e você poderá desfrutar dos mercados de Natal de conto de fadas. Por outro lado, janeiro em Roma e fevereiro em Roma é época baixa e há pouco turismo, então você terá as vistas só para você. Como um rei!

Outono

Uma das estações mais bonitas e coloridas é o outono romano, quando os jardins são preenchidos com tons avermelhados, alaranjados e ocres e as temperaturas são perfeitas para longas caminhadas. Além disso, nesta estação os preços são relativamente baixos e quase não há superlotação.

2. Compare vôos em um motor de busca

Planejando sua estadia| ©cottonbro
Planejando sua estadia| ©cottonbro

Todo viajante tem seu próprio livro. E cada viajante tem seus próprios truques para economizar dinheiro em suas escapadas. Meu conselho é que quando você for comprar um vôo para visitar Roma, compare os preços em um mecanismo de busca onde você pode selecionar o mês mais barato, verifique qual é o retorno mais barato e escolha o melhor vôo sem escalas.

Segredos para encontrar vôos baratos

Se você tiver flexibilidade de datas, tente organizar sua partida de vôo em dias de semana, pois os preços sobem aos fins de semana. Evite a Páscoa, pois é uma das celebrações religiosas mais famosas do mundo, e você pagará muito dinheiro.

Finalmente, tente procurar sua viagem a partir da janela incógnita de seu computador ou telefone celular, caso contrário o site detectará seu rastro e aumentará o preço nas próximas buscas.

Quais são os melhores dias da semana para procurar vôos? Segundas, terças e quartas-feiras ao meio-dia, quando há menos pessoas fazendo esta tarefa. À noite e nos fins de semana, você notará um aumento no preço. Agora que você conhece todos os meus segredos, comece a trabalhar!

3. De quanto tempo eu preciso na Cidade Eterna?

Piazza del Popolo| ©Gabriella Clare
Piazza del Popolo| ©Gabriella Clare

Já sabemos que para ver "Roma, non basta una vita". Portanto, quanto mais dias você passar na capital italiana, melhor, prometo que não vai se aborrecer. Mas como as férias e o dinheiro não são infinitos (quem me dera!), sugiro que você visite Roma por pelo menos 4 dias. Na minha opinião, o ideal são 7 dias para visitar Roma à sua vontade e não deixar o essencial para trás.

Entretanto, se você estiver passando pela metrópole ou tiver pouco tempo, aqui está um breve guia para descobrir o essencial de Roma em um dia, que servirá como seu primeiro contato com a capital italiana.

Conheça Florença

Se você tiver a sorte de passar alguns dias em Roma e tiver vontade de sair da grande cidade para descobrir outros cantos da Itália, recomendo que visite Florença de Roma, o berço da Renascença e uma das cidades mais belas do país. Eis como ir de Roma a Florença para aproveitar ao máximo um dia inteiro.

Reservar uma excursão de Roma a Florença

4. Como ir do aeroporto para o centro de Roma?

Aeroporto de Roma| ©Ra Boe
Aeroporto de Roma| ©Ra Boe

Uma vez que você pouse na Cidade Eterna, há várias maneiras de chegar ao centro a partir de seus dois aeroportos: Ciampino e Fiumicino. É uma capital muito turística, com boas conexões de transporte. Sua rede de transporte público inclui ônibus, trem e metrô, facilitando o deslocamento de um lugar para outro. O problema é a freqüência das viagens do aeroporto para o centro da cidade. Outra opção muito mais cara é o táxi, que tem uma tarifa fixa de cerca de 30 euros mais o suplemento noturno, se você chegar à noite.

Compare as diferentes opções

Neste artigo vou resumir tudo o que você precisa saber para chegar ao centro de Roma a partir do aeroporto, mas vou lhe dizer que a melhor opção, na minha experiência, é uma transferência compartilhada onde você viajará em um veículo totalmente equipado com todo o conforto, o que lhe poupará tempo, dinheiro e aborrecimentos. E mais, é muito mais barato que um táxi!

Reserve seu traslado do aeroporto

5. É uma cidade segura?

Coliseu Romano| ©Yoal Desurmont
Coliseu Romano| ©Yoal Desurmont

Roma é uma das cidades mais seguras da Europa. Em termos de perigo, ela está sempre atrás de Paris, Atenas e Nápoles, entre outros. No entanto, você ainda deve ter cuidado, especialmente à noite, especialmente em ruas isoladas e em estações de metrô e trem. As áreas mais perigosas da capital estão no leste e na periferia da cidade.

Cuidado nos locais turísticos!

Como em todas as grandes cidades como Londres, Madri ou Nova York, há carteiristas por aí. Para garantir que você não seja pego fora, preste atenção especial à sua bolsa e aos seus pertences nestes pontos quentes (normalmente coloco minha mochila na frente da minha bolsa para ficar de olho nela):

6. Verifique suas tarifas de celular e internet e faça o upload de seus selfies

Passeando por Roma| ©Danila Giancipoli
Passeando por Roma| ©Danila Giancipoli

Cada canto de Roma merece ser fotografado e durante sua viagem você provavelmente vai querer compartilhar suas fotos com seus entes queridos através de suas redes sociais. Meu conselho é ler cuidadosamente as condições de sua tarifa de telefone celular e analisar o custo das chamadas e da conexão à Internet no exterior.

Émelhor verificar previamente com sua companhia telefônica para evitar surpresas e perguntar se você tem que ativar seu serviço de roaming ou se ele é ativado por padrão na Europa. Roaming é o serviço que lhe permite utilizar seu telefone celular em outro país. Normalmente, se você viajar para um estado que faz parte da União Européia, pagará a mesma taxa que você tem na Espanha. Mas cheque, não jogue!

7. Uma vez que eu esteja lá... Como posso me locomover?

No metrô de Roma| ©Wikimedia
No metrô de Roma| ©Wikimedia

Se a idéia de alugar uma Vespa e andar com o cabelo ao vento parece uma idéia muito romântica, mas impraticável, Roma oferece vários meios de transporte alternativos para se locomover pela cidade como um romano. Aqui estão os melhores:

  • Metro: embora tenha apenas três linhas (é uma das menores da Europa), alcança os principais pontos de interesse. Neste artigo eu deixo um guia para você contornar o metrô de Roma como um peixe na água. Você não pode perder!
  • Tram: apesar de ser um meio de transporte muito confortável, como não corre ao longo das principais artérias da cidade, não é muito útil.
  • Ônibus: existem mais de 350 linhas de ônibus. Se você quiser usar o transporte público, é melhor combiná-lo com o metrô.

Nuria's Traveller Tip

Se você vai ficar em Roma por mais de 7 dias, aconselho a comprar um bilhete de metrô válido por uma semana. Não se esqueça de validar seu bilhete, caso contrário, você poderá ser multado em 50 euros.

8. O que comer em Roma: massa ou pizza?

Massas em Roma| ©Amirali Mirhashemian
Massas em Roma| ©Amirali Mirhashemian

Não é só para as massas e pizzas em Roma que o povo italiano vive (embora quase). Na Cidade Eterna você encontrará restaurantes para todos os orçamentos, desde os mais sofisticados, para onde vão as celebridades, até as trattorias familiares onde você pode comer como se estivesse na casa de sua avó.

Calce suas botas no Trastevere!

Desfrutando da pizza italiana| ©Nik Owens
Desfrutando da pizza italiana| ©Nik Owens

Se você gosta da idéia de ir a uma trattoria, confira meu guia para os 10 melhores lugares para comer no Trastevere, o bairro mais autêntico e pitoresco de Roma, para que você não caia em nenhuma armadilha turística. Ah, e não se esqueça de provar o gelato artesanal e o tiramisu de Roma para sobremesa - delicioso!

Visita gastronômica a Roma

9. Economize dinheiro e tempo em sua viagem

Piazza di Spagna| ©Daniel Basso
Piazza di Spagna| ©Daniel Basso

A pergunta de um milhão de dólares que todos nós nos fizemos em uma viagem: é melhor ir sozinho ou comprar um passe especial? Na minha opinião, se você quer ser despreocupado e economizar dinheiro, a melhor coisa a fazer é comprar o cartão turístico Roma Pass. Neste posto eu o ajudarei a escolher o Cartão Turístico de Roma certo para você. Faça as contas!

O que inclui o Passe Roma?

Passe Roma| ©Hellotickets
Passe Roma| ©Hellotickets
  • Entrada gratuita em 1 museu se você escolher o cartão de 48 horas e 2 se você escolher o cartão de 72 horas.
  • Taxa reduzida (desconto mínimo de 20%) no resto dos museus.
  • Descontos em feiras e exposições temporárias.
  • Descontos em áreas arqueológicas não administradas pela Prefeitura de Roma.
  • Acesso livre de filas ao Coliseu e a outros pontos de interesse.
  • Acesso livre a todos os transportes públicos em Roma (metrô e ônibus) durante o período de validade de seu cartão.
  • Um mapa e um guia para os principais pontos de interesse de Roma.

10. Compre suas passagens com antecedência

Visitando a Cidade do Vaticano| ©Kai Pilger
Visitando a Cidade do Vaticano| ©Kai Pilger

O Coliseu tem sido o monumento mais visitado do mundo por anos, você pode imaginar as filas que podem se formar? Portanto, o melhor conselho que posso lhe dar é comprar seus bilhetes para o Coliseu on-line e com antecedência.

Desta forma, você não terá que passar a manhã inteira na fila e terá a opção de experimentar a Roma dos gladiadores e imperadores com um guia especializado, o que elevará sua experiência. Você também tem o bilhete combinado para o Coliseu e para o Vaticano.

Você sabia que este anfiteatro foi usado para diversões sangrentas, como lutas entre animais selvagens? Poderia haver lutas entre hipopótamos, ursos, leões, elefantes... que terminaram com sua morte cruel. Esta é uma das histórias que você vai aprender em sua visita guiada, que geralmente dura cerca de três horas. Você vai sentir falta dela?

Reserve seu bilhete para o Coliseu e o Vaticano