Parcele sua compra em até 6 vezes no cartão de crédito. Visa card MasterCard Black card American Express Black card

Roma Pass

Quando viajamos queremos nos sentir livre para explorar cada destino ao máximo; para absorver a sua cultura, conhecer todos os seus cantos, reunir histórias e imagens na memória... Isto é, sem dúvida, a bela parte de viajar, mas também há outras: a de planejar e fazer contas. Para que o segundo não estrague o primeiro, existem os cartões turísticos que te dão acesso a várias atrações a um preço fixo.

O que é o Roma Pass e quanto custa?

Roma tem o cartão Roma Pass, que permite seus turistas poupar tempo e dinheiro durante sua visita; dois bens muito preciosos quando se trata de aproveitar ao máximo uma viagem. Vou te contar como e quando usá-lo e também ajudá-lo a decidir se é a melhor opção para você, dependendo do que você quer descobrir na cidade.

O preço dos cartões turísticos, em geral, pode ser calculado de duas maneiras: pelo número de dias ou pelo número de atrações turísticas que você visita com ele. O caso do Roma Pass é o primeiro: seu preço depende do número de dias que você o contrata.

Tipos de Roma Pass

Roma Pass 2 dias

É válido por 48 horas após sua primeira utilização e inclui entrada gratuita em um monumento ou museu e 20% de desconto sobre o restante das atrações turísticas do seu catálogo.

Roma Pass 3 dias

É válido por 72 horas após seu primeiro uso e inclui entrada gratuita em dois monumentos ou museus e 20% de desconto sobre o restante das atrações turísticas do seu catálogo.

Jardins do Vaticano
Jardins do Vaticano

Quando vale a pena comprar o Passe Roma?

A grande pergunta que você terá é quando vale a pena comprar um cartão turístico de Roma e quando não. Eu mesma, quando planejo uma viagem, sempre paro para coletar informações sobre os cartões turísticos da cidade para tentar responder a mesma pergunta. Para te ajudar a evitar esta parte, te darei todas as informações necessárias para que você possa decidir se quer ou não comprar o Roma Pass. Aqui está o que você precisa saber:

Número de dias que você vai passar em Roma.

O Roma Pass funciona por um período de dois ou três dias, se sua intenção é ver a cidade em pouco tempo será muito útil, mas se você for ficar em Roma por uma semana (a menos que passe os primeiros dias fazendo todos as visitas turísticas e depois passeando pela cidade) pode não compensar porque você só poderá usá-lo para uma parte da sua viagem.

Uma das fontes da Piazza Navona
Uma das fontes da Piazza Navona

Descontos para que tem direito por idade e profissão.

A principal vantagem do Roma Pass é o desconto de 20% nos ingressos para museus e monumentos de Roma, mas talvez por causa de sua idade ou profissão você já possa se beneficiar de algum tipo de desconto sem precisar do Roma Pass. Por exemplo, cidadãos da União Europeia entre 18 e 24 anos já possuem um desconto para entrar no Coliseu, portanto o cartão Roma Pass não seria útil para eles porque os descontos para visitar os pontos turísticos NÃO são acumulativos.

O tempo de espera nas atrações turísticas

Os portadores do Roma Pass terão acesso através de um guichê especial ao Castelo de Santo ngelo, aos Museus Capitolinos e ao Coliseu. Isso significa que você pode economizar mais tempo ainda, que sem o cartão turístico (ao menos que o ponto turístico permita que você faça sua reserva online com antecedência e evite as filas, como é o caso do Coliseu) você teria que ficar na fila.

Catacumbas de Roma
Catacumbas de Roma

Monumentos e museus que você quer visitar

Este é um dos pontos mais importantes a se considerar quando você decide ou não comprar o Roma Pass. Você vai amortiza o City Pass de Roma quando quiser visitar vários pontos turísticos que precisam de ingressos para entrar. Se este não for o seu caso e o seu plano for andar pelas ruas e talvez visitar um ou dois museus, talvez o passe não seja necessário (ou sim... é uma questão de comparar quanto você economizaria em relação ao preço normal deses monumentos).

Como você vai se mover por Roma.

O Roma Pass inclui o transporte gratuito para metrô e ônibus municipais (que, aliás, não são gratuitos, embora às vezes pareça, eles têm um sistema de validação de bilhetes diferente de outras cidades européias...). Se você estiver hospedado no centro de Roma e puder caminhar, ou se você for alugar uma moto durante sua viagem e não for utilizar o transporte público, esta será uma das vantagens do City Pass que você não aproveitar.

Ana’s Traveller Tip

Antes de visitar qualquer lugar em Roma verifique sempre se eles têm ou não descontos para os proprietários do Roma Pass e se você tem acesso preferencial por ter o cartão. Mais de uma vez você terá uma agradável surpresa.

O que inclui o Roma Pass?

  • Entrada gratuita para 1 museu se você escolher a opção de 48 horas e 2 se você escolher a de 72 horas. A entrada para os Museus do Vaticano não está incluída.
  • Taxa reduzida (desconto mínimo de 20%) para os restantes dos museus e monumentos que você não utilizar a entrada gratuita.
  • Descontos em shows*, serviços turísticos adicionais (aluguel de bicicletas, tours, ônibus turísticos...) e exposições temporárias (muitas delas com acesso sem filas).
  • Descontos em áreas arqueológicas que não são administradas diretamente pela Prefeitura Municipal de Roma. Como, por exemplo, da Villa Medici ou do Circus Maximus.
  • Acesso sem filas a Coliseu e outros pontos turísticos.
  • Acesso gratuito durante o período de duração do Passe Roma para todo o transporte público Roma (metrô e ônibus). Os transfers para o aeroporto e trens regionais não está incluídos.
  • Um mapa e um guia dos principais pontos turísticos de Roma.

Atrações incluídas no Roma Pass

Coliseu, Fórum Romano e Palatino

Estes são os três principais pontos de visita obrigatória para os interessados na Roma Antiga (o Coliseu é o monumento mais visitado em Roma junto com os Museus do Vaticano). O ingresso para os três é conjunto e se você quiser saber mais pode ler estes outros artigos sobre Os melhores tours guiados do Coliseu e Ingressos para o Coliseu de Roma

Vista do Coliseu e Fórum Romano
Vista do Coliseu e Fórum Romano

Museos Capitolinos

Muitas vezes passam despercebidos pelos visitantes de Roma em busca dos Museus do Vaticano, o que é um grande erro. Estes museus localizados na colina Capitolina (Campidoglio) são considerados os mais antigos do mundo e contém uma coleção de obras de arte incluindo pinturas de Ticiano, Caravaggio, Rubens e entre outros.

No interior, há obras essenciais como a A Loba Capitolina, a estátua equestre de Marcus Aurelius, a Medusa de Bernini, o Colosso de Constantino e os Gálatas feridos. Além das obras contidas no interior, vale a pena visitar pela grandiosidade das suas salas.

Museos Capitolinos
Museos Capitolinos

Castelo de Santo Ângelo

Conhecido como “O Guardião de Roma", pois era a fortaleza que os romanos usavam para enfrentar os constantes cercos da cidade. Embora originalmente concebido como o mausoléu do Imperador Adriano, também serviu (além de ser uma fortaleza) como palácio papal e prisão.

A diversidade das suas salas, as vistas da cidade que se podem desfrutar do terraço superior, o museu no interior, os corredores do mausoléu e o labirinto de salas que o compõem fazem dele uma visita obrigatória para todos aqueles que querem descobrir Roma mais além do Coliseu e o Vaticano. É um dos pontos turísticos em que a taxa reduzida mais compensa, já que pode ser uma diferença de mais de 70% de desconto sobre o preço habitual.

Vista do alto do Castelo de Santo  ngelo
Vista do alto do Castelo de Santo ngelo

Galleria Borghese

Um dos tesouros mais escondidos de Roma e provavelmente um dos mais agradáveis durante sua visita pelo número reduzido de público em comparação com outros pontos turísticos. A galeria Borghese é uma das pinacoteca essencial de Roma e inclui esculturas de uma beleza extraordinária.

Outro valor deste lugar é que ele está localizado nos pulmões de Roma: os jardins da Villa Borghese. Eu recomendo que você utilize o desconto aqui também pois, dependendo da época do ano, pode ir de 15 euros para apenas 4. Se você está pensando em visitar a Galeria Borghese, recomendo este artigo que escrevi sobre o assunto Ingressos para a Galeria Borghese.

Galleria Borghese
Galleria Borghese

Outros museus e pontos turísticos

No site oficial do Roma Pass você pode conferir os outros pontos turísticos que você pode visitar com este cartão, mas já te digo alguns dos outros museus e monumentos incluídos são:

  • Museu Ara Pacis
  • Palazzo Barberini
  • Termas de Caracalla
  • Mercado de Trajanos
  • Museu Nacional Etrusco de Villa Giulia
  • Banhos Diocleziano
  • Palazzo Massimo alle Terme
  • Palácio Altemps
  • Cripta Balbi
  • Galeria Nacional de Arte Moderna de Roma
  • Palácio de Veneza
  • Galeria Spada
  • Museu de Roma

Vista aérea de Roma
Vista aérea de Roma

Como funciona o Roma Pass?

Se você comprar o seu Roma Pass online, você receberá instruções sobre os pontos de retirada para quando estiver em Roma, junto com o seu comprovante retirar seu cartão. Alguns destes pontos são:

  • Os museus e pontos turísticos incluídos no cartão.
  • Pontos de informação turística APT (também disponíveis em aeroportos).
  • Diversas estações de metrô.

Uma vez que você tenha o seu cartão, você deve preenchê-lo com seus dados pessoais e a data de quando você o ativará. Nos pontos turísticos você será solicitado apresentar o cartão junto com sua identificação, nas estações de metrô há uma tela que irá ler o código deste cartão e no ônibus só precisa estar com você.

O Roma Pass será ativado na primeira vez que você usá-lo (se você chegar em Roma à tarde e quiser pegá-lo no aeroporto, não vale a pena usar apenas para o metrô porque você vai perder horas de uso) e lembre-se que em muitas atrações você não terá que fazer fila na entrada porque você possui o cartão.

Ana’s Traveller Tip

Se você for visitar o Coliseu, há uma fila na entrada reservada apenas para os usuários deste cartão.

Organize sua viagem com o Roma Pass

O Roma Pass vai facilitar várias coisas para você durante sua viagem a Roma, mas além disso vou te dar algumas dicas para aproveitar ao máximo (lembre-se que você só tem 48 ou 72 horas para aproveitar). Antes de ativar o seu Roma Pass você deve considerar:

Horário de abertura das atrações

Veja os horários e dias de abertura de todos os pontos turísticos que você deseja visitar. O Coliseu está aberto o ano inteiro, mas nas segundas-feiras em Roma a maioria dos museus estão fechados e alguns podem fechar também nos feriados públicos. Certifique-se de não ativar seu cartão em uma segunda-feira de manhã se você quiser usá-lo para entrar nos Museus Capitolinos ou Castelo de Santo ngelo porque você vai encontrá-los fechados e você terá desperdiçado tempo valioso do seu cartão.

Coliseu de Roma
Coliseu de Roma

Planeje suas visitas com antecedência

O objetivo é poder ver a maioria dos pontos turísticos que necessitam de ingressos durante o tempo em que você estiver utilizando o Roma Pass, por isso é importante que você decida a ordem na qual você verá os museus coincidindo com o seu horário de funcionamento. Não se esqueça que para ver o Coliseu e o Fórum Romano você precisa de uma manhã completa. A maioria dos museus normalmente fecha às 19:30h em Roma.

Veja quanto tempo você leva para ir de uma atração a outra

Em Roma a maioria dos lugares são acessíveis a pé, mas há alguns como a Villa Borghese ou a Cidade do Vaticano que são mais isolados e você pode demorar um pouco mais para chegar.

Se você for viajar com crianças

Se você estiver viajando com crianças elas não precisam do Roma Pass, pois entrarão gratuitamente na maioria dos pontos turísticos da cidade. Na verdade, eu recomendaria que você também não o comprasse porque nesse caso para poder aproveitar ao máximo, as crianças podem não aguentar o ritmo.

Sobre o transporte público em Roma

O Roma Pass inclui transporte público gratuito, mas te digo nem sempre é a melhor opção em Roma… A espera para os ônibus podem ser longas, então mesmo que você tenha transporte incluído, se você puder caminhar de um lugar para outro eu recomendo. Por isso, é melhor organizar as visitas a monumentos ou museus que estejam perto um da outro.

Fonte do Parque da Villa Borghese
Fonte do Parque da Villa Borghese

Que outros passes turísticos existem para visitar Roma?

Omnia Card

Até o momento, já falei sobre as vantagens do cartão Roma Pass, pois é um dos principais passes da cidade. No entanto, você terá visto que existem áreas do Vaticano como os Museus do Vaticano que não estão incluídos: isso porque para eles existe outro cartão que é o Omnia Card. Este cartão garante acesso livre e rápido aos Museus do Vaticano, entrada preferencial com audioguia para a Basílica de São Pedro e descontos em diferentes museus e áreas do Vaticano.

Agora você vai se perguntar: "Qual eu devo escolher? Essa é a melhor parte: você não precisa escolher porque o Omnia Card inclui o Roma Pass para que você possa passar dois (ou três) dias visitando Roma e um dia na Cidade do Vaticano. A menos que você já tenha visitado o Vaticano em uma viagem anterior, esta é definitivamente a opção que eu recomendo: combinar os dois cartões.

De qualquer forma, recomendo que você leia este outro artigo que fiz sobre Omnia Card para esclarecer todas as suas dúvidas.

Rome City Pass

Além destes dois cartões, há outro passe para visitar Roma que pode ser considerado a opção VIP: o Rome City Pass. Ao contrário das opções anteriores, este cartão turístico será válido durante toda a sua estadia na cidade e é um cartão 100% digital. Inclui entrada gratuita no Coliseu ou na Galleria Borghese, o ônibus turístico, descontos em excursões e outros pontos turísticos e contratando um suplemento você pode visitar os Museus do Vaticano e contratar um transfer do aeroporto.

A principal vantagem é o conforto que traz e como suas condições são completas, a desvantagem é obviamente o preço é mais alto em comparação com o Roma Pass e o Omnia Card. Se você puder adquiri-lo é uma opção muito útil, mas certifique-se de que você vai passar tempo suficiente na cidade para aproveitá-lo ao máximo.

Capela Sistina
Capela Sistina

Se você está interessado em comprar o Roma Pass, também te interessaria...

Se você decidiu pelo Roma Pass e vai visitar o Coliseu, os Museus Capitolinos, a Galleria Borghese e Castelo de Santo ngelo, provavelmente não vai querer perder uma das principais opções não incluídas neste city pass: os Museus do Vaticano. Se utilizar o Omnia Card junto com o Roma Pass não te compensa, pode utilizar o seu Roma Pass em todos os monumentos e museus incluídos e depois comprar ingressos separados para o Vaticano. Eu te digo como fazer isso neste outro artigo em Ingressos para o Vaticano.

Se você ainda preferir comprar os ingressos separadamente, aqui estão alguns artigos sobre Ingressos para o Coliseu de Roma, Ingressos para o Vaticano e o Coliseu e Ingressos para a Galeria Borghese.