Parcele sua compra em até 6 vezes no cartão de crédito. Visa card MasterCard Black card American Express Black card

Os melhores tours guiados do Vaticano

Os Museus do Vaticano são, sem dúvida, uma parada obrigatória em qualquer viagem a Roma. A Capela Sistina, as galerias e as obras de arte dentro dela fazem dela um dos museus mais visitados do mundo. Você vai sentir falta dela?

Ana Caballero

Ana Caballero

Leitura de 8 minutos

Os melhores tours guiados do Vaticano

Vista da Cidade do Vaticano | © Gabriela Clare Marino

Com os Museus do Vaticano e a Praça de São Pedro e a cúpula como marcos principais, o Vaticano é um ponto de referência obrigatório. A história por trás de suas paredes não está nos livros didáticos e essa é uma das principais razões para visitar.

A experiência de visitar os Museus do Vaticano por conta própria é totalmente diferente de visitá-los com um guia especializado que explica e contextualiza os séculos de arte nestes museus. Escolher uma excursão entre as muitas opções pode ser esmagador, mas estas são as melhores opções:

A melhor opção
Visita guiada ao Vaticano, à Capela Sistina e a São Pedro

Visita guiada a pequenos grupos pelo melhor preço

Se você está procurando uma visita guiada ao Vaticano a um preço acessível e com um grupo pequeno, esta é a melhor opção.

Duração: 3 horas
A partir de R$ 286 na Hellotickets

Quando se trata de selecionar as melhores visitas guiadas ao Vaticano, sugiro que você considere opções como a visita ao Vaticano em pequenos grupos, que inclui praticamente a mesma que a visita geral a um preço ligeiramente superior.

A grande diferença é que você irá em um grupo de 12-14 pessoas no máximo. Isto também permite que você esteja mais próximo do guia, o que facilitará a realização de todas as suas perguntas.

Por que esta opção é recomendada: em outros lugares não é tão importante, mas os Museus do Vaticano estão lotados (infelizmente, um dos maiores inconvenientes do lugar é o barulho apesar de estar em um museu) e o guia não consegue levantar a voz, então se ele se dirigir a um grupo pequeno será muito melhor.


A opção Premium
Excursão Particular na Cidade do Vaticano: Museus do Vaticano Capela Sistina e Basílica do Vaticano

Visita privada ao Vaticano

Se você quiser evitar grupos, ir no seu próprio ritmo e ter uma explicação personalizada, esta é a melhor turnê privada do Vaticano.

Duração: 3 horas
A partir de R$ 852 na Hellotickets

Esta opção de um passeio particular pelo Vaticano lhe permite adaptar a rota às áreas dos museus em que você está mais interessado (na maioria das vezes os guias não têm nenhum problema em modificar a rota e estão até felizes em sair da rota oficial) e, é claro, receber explicações personalizadas das quais você obterá muito mais.

O tempo na Capela Sistina (a estrela dos Museus do Vaticano) será suficiente para explicar perfeitamente os afrescos e não se perder na quantidade de informações por trás das pinturas.

Além de explicações sobre obras específicas, este passeio particular pelo Vaticano também inclui informações interessantes sobre a arquitetura da área, a vida política e religiosa do Vaticano (digno de uma série, e há várias) e anedotas que a maioria dos turistas não conhece.

Por que esta opção é recomendada: ter um guia particular para você e seu grupo é um luxo. Você poderá fazer-lhe todas as suas perguntas e curiosidades e, naturalmente, ele dará mais ênfase às explicações dos pontos que mais lhe interessam.


Por que não reservar bilhetes para o Vaticano?

Quando você chegar aos portões da Basílica de São Pedro ou dos Museus do Vaticano, você ficará infinitamente grato por carregar suas passagens no bolso ou no telefone e não terá que esperar para passar pela bilheteria. Em Hellotickets, todos os ingressos e visitas guiadas que você reserva para o Vaticano incluem a opção de pular a fila, o que é essencial para entrar no Museu fresco e não ter que esperar várias horas na fila e entrar já cansado.

Tenha isto em mente se você estiver considerando comprar seus ingressos na bilheteria uma vez que chegue a Roma, pois nesse caso você estará esperando em longas filas e isso pode estragar sua experiência visitando a Capela Sistina ou a Basílica de São Pedro.

O que você precisa saber sobre as visitas guiadas ao Vaticano

Colonnade da Praça de São Pedro| ©Patrick Schneider
Colonnade da Praça de São Pedro| ©Patrick Schneider

Ao contratar uma visita guiada (e isto funciona em praticamente todos os casos) você pode parar de se preocupar com os tempos, as rotas e as esperas (a grande maioria das visitas ao Vaticano é livre de filas). Paradoxalmente, você se sente menos como um turista em uma visita guiada porque a única preocupação são as histórias que o guia está contando.

Cancelamento gratuito

Há opções de reembolso se você cancelar com 24 horas de antecedência. Isto permite que você ajuste seus planos em caso de circunstâncias imprevistas, sem perder seu dinheiro. Certifique-se de que ao reservar as passagens estejam incluídas e garanta o acesso livre de filas: embora possa parecer básico, nada deve ser tomado como garantido.

Organize sua visita guiada ao Vaticano

Museus do Vaticano| ©Ana Rey
Museus do Vaticano| ©Ana Rey

Horário de abertura

Embora haja vários horários, é aconselhável escolher o início da manhã para evitar coincidir com os horários de pico nos Museus do Vaticano.

O que trazer

Você precisará trazer um casaco ou cachecol para cobrir seus ombros e decotes na entrada e durante a visita, já que o Vaticano é muito rigoroso quanto à roupa. Quanto ao comprovante do bilhete, você pode apresentá-lo ao guia a partir de seu telefone celular e ele lhe fornecerá os bilhetes se eles ainda não tiverem sido enviados em formato digital.

Como chegar ao Vaticano

O Vaticano está longe do centro histórico de Roma, mas, ao contrário do que muitos pensam, está a uma curta distância a pé de atrações turísticas como a Piazza Navona e Campo di Fiori. Em qualquer caso, a maneira mais fácil de chegar lá é pegar a linha A do metrô até Ottaviano S. Pietro.

Uma vez lá, o guia explicará onde está o ponto de encontro da visita guiada, dependendo da visita que você escolher: todos eles são geralmente fáceis de encontrar e o guia terá um objeto claramente reconhecível com ele para que você possa localizá-lo na multidão.

Duração

A viagem ao Vaticano dura cerca de três horas, embora o tempo total possa variar e pode ser mais longo (raramente será menos). Se você quiser ver os destaques dos Museus do Vaticano em profundidade, sem se apressar e sem se apressar em absorver as explicações do guia, não é recomendado um tour de menos do que este tempo.

Almoço na área

Deixe a área para o almoço a menos que seu guia lhe dê uma recomendação específica. Os lugares próximos à Praça São Pedro serão caros e alguns poderão cometer o grave pecado de oferecer-lhe um prato de massa ou pizza reaquecida. Se você vai continuar visitando a área após sua visita, será suficiente ficar longe das áreas centrais ou pedir uma recomendação a seu guia. Felizmente, a Itália é um dos países mais fáceis da Europa para comer bem e a baixo custo.

Tour com crianças

Não é recomendado que você faça uma visita guiada aos Museus do Vaticano com crianças, a menos que seja especificamente adaptada para elas. A visita é muito longa para os pequenos, os museus estão lotados e eles não vão gostar e você não vai aproveitar os benefícios de uma visita guiada ao Vaticano. Quanto aos carrinhos de bebê, eles podem ser um verdadeiro caos nas horas de pico.

Opções especiais

Se você tem um interesse especial em arte e pintura, você pode achar a visita geral curta; afinal, o Vaticano tem uma das maiores coleções de arte do mundo. Se você é um fã da história da arte, eu diria para não descartar voltar outro dia para explorar a coleção em profundidade ou reservar uma excursão particular individual.

Dica de Viajante de Ana

Evite contratar os "guias" que se aproximarão de você na Praça de São Pedro. Muitos não são oficiais e não estão qualificados para fazer uma visita guiada de qualidade.

Perguntas freqüentes feitas por viajantes interessados na visita guiada do Vaticano a Roma

Vista aérea do Jardim do Vaticano| ©Unsplah
Vista aérea do Jardim do Vaticano| ©Unsplah

Como devo me vestir no Vaticano?

Devido às idiossincrasias particulares do lugar, a regra geral é o vestido "decorativo". Isso significa sem chapéus, sem suspensórios, sem clivagem, sem calças ou saias curtas. Se é verão quando você visita o Vaticano, você pode querer trazer uma camiseta de manga comprida ou um lenço para quando entrar na Basílica de São Pedro ou nos Museus do Vaticano.

Está calor na Cidade do Vaticano?

Não tanto quanto o Coliseu ou o Fórum, mas sim. Os museus estão sob cobertura, mas não há sombra na Praça de São Pedro. Portanto, mesmo que você não vá fazer fila para entrar nos Museus do Vaticano, já que vai fazer uma visita guiada, traga água e protetor solar.

Posso entrar nos Museus do Vaticano com uma mochila?

Se não for uma mochila ou bagagem grande, sim. Caso contrário, você terá que deixá-lo na bilheteria. Em qualquer caso, não é aconselhável fazer nenhum dos passeios que você faz em Roma; esta é uma cidade ambulante e qualquer peso extra dificultará o seu desfrute.

Posso trazer comida para os Museus do Vaticano?

Comer e beber não é permitido nos salões de exposição, portanto, se você tiver provisões em sua mochila ou bolsa, não as leve para fora enquanto estiver visitando a exposição.

Posso tirar fotos dentro do Vaticano?

Flash e selfie sticks não são permitidos nos Museus do Vaticano. Você pode tirar fotos com seu telefone celular e com uma câmera que não envolva acessórios profissionais (é necessário solicitar permissão especial para estes últimos).

No caso da Basílica de São Pedro, lembre-se que você está em um local de culto; embora muitos turistas não respeitem isso, não é apropriado tirar fotos enquanto os visitantes tentam desfrutar do recluso que o lugar deve transmitir. Guarde seu cartão de memória para as outras maravilhas de Roma ou para as vistas da Praça de São Pedro a partir da cúpula.

Vale a pena escalar o St. Peter's Dome?

Embora a entrada na Basílica de São Pedro seja livre e você provavelmente a verá durante sua visita guiada ao Vaticano, há uma taxa separada para escalar a cúpula. Se você está em forma e não sofre de claustrofobia, vale a pena fazer. Caso contrário, da Colina de Gianicolo você terá uma vista muito semelhante da Praça de São Pedro.

Posso visitar os Museus do Vaticano à noite?

Em algumas sextas-feiras do ano, os Museus do Vaticano estão abertos durante a tarde e à noite (embora normalmente não haja visitas guiadas nesses horários). Descubra quando eles estão e aproveite-os se você estiver em Roma, pois eles normalmente estão muito menos lotados.

E se eu quiser apenas bilhetes para o Vaticano?

Escadaria Bramante, Museus do Vaticano| ©Lelê Breveglieri
Escadaria Bramante, Museus do Vaticano| ©Lelê Breveglieri

Naturalmente, há também a opção de comprar ingressos para o Vaticano sem qualquer tipo de visita guiada. É verdade que isto lhe permitirá conhecer toda a área ao seu próprio ritmo sem ter que estar atento às explicações de um guia, mas, por outro lado, você perderá o encanto de conhecer em detalhes a explicação de toda a arte, o modo de vida e as curiosidades que o Vaticano esconde. Você pode ler sobre Ingressos para o Vaticano aqui.

Outras visitas guiadas em Roma

Outra visita guiada que também pode lhe interessar se você for ao Vaticano é a visita à Necrópole sob a Basílica de São Pedro. Esta visita requer uma permissão especial porque dá acesso ao local onde o apóstolo está enterrado, mas há alguns passeios especializados que oferecem esta visita.

Quanto a outras visitas guiadas que valem a pena em Roma, minha favorita pessoal é o Coliseu e o Fórum de Roma. A região não tem nada a ver com o Vaticano, mas é o outro aspecto obrigatório da cidade eterna e a história que ela carrega consigo é fascinante. Este post sobre Os melhores tours guiados do Coliseu pode lhe interessar.

É claro, Roma não começa nem termina no Vaticano. Leia mais sobre as coisas para ver em Roma aqui.

Perguntas mais frequentes

  • Existe um código de vestimenta para os Museus do Vaticano?

    Sim, é melhor evitar calções e saias abaixo do joelho, assim como roupas e sandálias sem mangas. O melhor conselho é usar um vestido longo e fresco, acompanhado por um xale ou jaqueta, ou simplesmente jeans e uma camiseta.

  • Existe uma visita guiada que me permitirá entrar diretamente na Capela Sistina?

    A Capela Sistina é uma das muitas salas dos Museus do Vaticano. No entanto, se você não estiver muito interessado em conhecer os Museus em profundidade, você pode escolher a visita guiada expressa que o levará rapidamente para a Capela.

  • Os passeios incluem a Basílica de São Pedro e quando é o melhor momento para visitar?

    Se a visita guiada que você escolher não incluir uma visita à Basílica, você pode fazê-lo antes ou depois de visitar os Museus do Vaticano.