Parcele sua compra em até 6 vezes no cartão de crédito. Visa card MasterCard Black card American Express Black card

Os melhores tours guiados do Vaticano

Com os Museus do Vaticano, a Praça e Cúpula de São Pedro como principais pontos turísticos, o Vaticano também é uma visita obrigatória. A história por trás dos muros da Cidade do Vaticano não se lê nos livros didáticos e para mim, essa é uma das principais razões para visitar.

Os melhores tours do Vaticano

A experiência que você tem quando visita os Museus do Vaticano por conta própria é totalmente diferente de quando você faz com um tour guiado com umguia especializado que te explica e contextualiza os séculos de história da arte dentro destes museus. Escolher um tour entre as várias opções que existem pode ser um pouco assustador, por isso vou facilitar um pouco as coisas. Aqui estão os principais:

Tour guiado da Capela Sistina
Tour guiado da Capela Sistina

Tour guiado do Vaticano de três horas

Se falamos de relação qualidade-preço eu acredito que o tour guiado é provavelmente o mais completo. Em mais ou menos três horas você vai visitar os Museus do Vaticano, a Capela Sistina e a Basílica de São Pedro. Tudo isto, sem filas para entrar, que torna a experiência muito mais agradável e confortável. Um guia especializado te explicará as histórias e curiosidades por trás das principais obras de arte que você vai encontrar neste tour guiado.

O tour guiado do Vaticano de três horas se foca principalmente nos Museus do Vaticano (te garanto que com tudo que tem dentro é bastante conteúdo). Com coleções de arte tão grandes como esta, é fácil sentir-se sobrecarregado com tudo que há para ver, sem saber por onde começar e com medo de perder "o mais importante". Ou que haja maravilhas e pequenos detalhes que, por ignorância, passarão despercebidos. Um tour guiado irá resolver todas essas dúvidas.

Além disso, você entrará na Basílica de São Pedro depois de ver os museus sem ter que fazer fila, e embora possa parecer um pouco insignificante, para mim é uma forma de não quebrar "a magia" da visita. Acredite, isto é um verdadeiro luxo, e você vai concordar comigo quando ver as filas que normalmente se formam todos os dias!

A seleção das obras explicadas é feita por um profissional, portanto você verá as obras mais representativas de cada período e dos Museus do Vaticano em geral (sua coleção de arte está entre umas das maiores do mundo).
Ao ter um guia especializado você está livre para fazer todo tipo de perguntas sobre um período ou uma obra específica.

Afrescos da Capela Sistina
Afrescos da Capela Sistina

Tour do Vaticano num pequeno grupo

Ao seleccionar os melhores tours guiados do Vaticano, sugiro que você considere a opção do tour do Vaticano em grupos pequenos: inclui praticamente o mesmo que o tour normal e a diferença de preço não é muito grande. A principal vantagem é que você irá em um grupo de no máximo 12-14 pessoas.

Em outros lugares não é tão importante, mas como os Museus do Vaticano estão sempre lotados (infelizmente, um dos maiores inconvenientes é o barulho apesar de estar em um museu) e o guia não pode levantar a voz, então se ele se dirigir a um grupo menor será muito melhor. Isto também permite mais proximidade com o guia, o que será mais fácil pra responder todas as suas perguntas.

Interior da Basílica de São Pedro
Interior da Basílica de São Pedro

Tour express da Basílica de São Pedro

Se você está mais interessado em ver a Basílica de São Pedro do que os Museus do Vaticano, há uma opção tour express da Basílica que você visitará com um guia especializado e inclui uma entrada "rápida" para os Museus do Vaticano. Você terá acesso rápido e te explicaram em detalhes o local onde o primeiro Papa da Igreja Católica foi enterrado.

A Basílica também é considerada um Patrimônio Mundial pela UNESCO, portanto, com ou sem um tour guiado, você não pode deixar de visitá-la quando for ao Vaticano. O passeio começa na Praça de São Pedro, onde um guia oficial explicará os detalhes arquitetônicos e simbólicos da Praça de Bernini, e depois você entrará na Basílica sem filas (novamente, um verdadeiro luxo!).

No seu interior, junto com o guia, você percorrerá as principais obras de arte que se encontram na Basílica e ele explicará os segredos mais bem guardados da Igreja, assim como o túmulo do Papa João Paulo II. E tenho certeza de que o dossel do altar ou a famosa escultura Pietà de Michelangelo, te deixará maravilhado.

Altar da Basílica de São Pedro
Altar da Basílica de São Pedro

Tour privado do Vaticano

Esta opção de tour privado do Vaticano te dá a oportunidade de adaptar o roteiro de acordo com as áreas dos museus que mais te interessam (na maioria das vezes os guias não têm problemas em modificar o roteiro e até gostam de sair um pouco do roteiro oficial) e, é claro, de ter explicações personalizadas que você aproveitará muito mais.

O tempo na Capela Sistina (a estrela dos Museus do Vaticano) será suficiente para que te expliquem perfeitamente os afrescos e para não se perder entre tanta informação que existe por trás de cada obra.

Além de explicações sobre obras específicas, esse tour privado do Vaticano inclui também informações interessantes sobre a arquitectura da região, a vida política e religiosa do Vaticano (digna de uma série e que já existem várias) e histórias que a maioria dos turistas não conhece.

Jardins do Vaticano
Jardins do Vaticano

O que você precisa saber sobre os tours guiado do Vaticano

Ao contratar um tour guiado (e isto funciona em praticamente todos os casos) pode deixar de se preocupar com os horários, roteiros e esperas (a grande maioria dos tour do Vaticano são sem filas). Pessoalmente, e embora possa parecer paradoxal, sinto-me menos "turista" quando faço este tipo de visita porque a minha única preocupação é mergulhar nas histórias que me vão contar.

Cancelamento gratuito

Há opções que dão reembolso total se você cancelar com 24 horas de antecedência. Isso permite que você adapte seus planos no caso de algum imprevisto e sem perder seu dinheiro.
Ingressos incluídos e acesso sem filas: mesmo que possa parecer básico, nada deve ser tomado como garantido.

No seu idioma, muito melhor

Certifique-se antes de reservar em qual idioma o guia dará o tour e que ele não precise traduzir cada uma das explicações em cinco idiomas diferentes (você perderá tempo durante seu tour e não aproveitará ao máximo). Espanhol, francês, alemão e português são os idiomas mais comuns, além do inglês e italiano. Tanto o tour guiado que recomendo no início deste post como o privado são em português.

Colunas da Praça de São Pedro
Colunas da Praça de São Pedro

Organize seu tour guiado pelo Vaticano

Horários

Certifique-se de que tenha disponibilidade pela manhã e tarde:
Desta forma você pode escolher o melhor horário de acordo com seus planos, embora eu recomende que você decida pelo horário da manhã para evitar as horas de pico dos Museus do Vaticano.

O que você precisa levar

Como você não vai esperar na fila não vai precisar de muita proteção contra o sol, o que você precisa é levar um casaco ou cachecol para cobrir seu ombros na entrada e durante sua visita, pois no Vaticano são bastante rigorosos em relação à vestimenta. Quanto a confirmação do tour, você pode apresentar ao seu guia pelo seu celular e ele te fornecerá os ingressos caso não tenham sido enviados previamente em formato digital.

Como chegar ao Vaticano

O Vaticano está afastado do centro histórico de Roma, mas ao contrário do que muitas pessoas pensam sim se pode ir andando desde pontos turísticos como Piazza Navona ou Campo di Fiori. Em qualquer caso, a opção mais fácil de chegar lá é pegando a linha A do metrô até Ottaviano S Pietro.

Uma vez lá, o guia te explicará onde fica o ponto de encontro da tour guiado de acordo com a opção escolhida: normalmente são pontos fáceis de encontrar e o guia levará algum objeto para que você possa localizá-lo entre a multidão.

Duração

O tour pelo Vaticano dura cerca de três horas, embora o tempo total possa variar e ser mais longo (raramente será menos). Se você quer ver as partes mais importantes dos Museus do Vaticano com detalhes, sem correr e absorver as explicações do guia, não recomendo um tour de menos de três horas.

Comer pela região

Mude de área para comer, a menos que o seu guia te dê uma recomendação específica. Os restaurantes perto da Praça de São Pedro serão caros e alguns poderão cometer o grave pecado de te oferecer um prato de massa ou pizza requentada. Se depois de seu tour você vai continuar andando pela região, será suficiente se você se afastar das áreas centrais ou pedir uma recomendação ao seu guia. Felizmente, a Itália é um dos países europeus mais fáceis para se comer bem e barato.

Tour com crianças

Eu não recomendo que você faça um tour guiado aos Museus do Vaticano com crianças, a menos que seja especificamente adaptada para elas. Pode ser longo para os mais pequenos, os museus estão cheios de gente e nem eles e nem você vão conseguir aproveitar as vantagens de fazer um tour guiado pelo Vaticano. E quanto aos carrinhos de bebê, eles podem ser uma verdadeira loucura nos horários de pico.

Opções especiais

Se você tem um interesse especial em arte e pintura, é possível que sua visita geral seja curta; afinal, o Vaticano tem uma das maiores coleções de arte do mundo. Se você é um entusiasta da história da arte, talvez você queira voltar mais um dia para explorar a coleção a fundo ou reservar um tour individual.

Ana’s Traveller Tip

Evite contratar os "guias" que se aproximaram de você na Praça de São Pedro. Muitos não são guias oficiais e não estão qualificados para fazer um tour de qualidade.

Perguntas frequentes de turistas interessados em um tour guiado do Vaticano

Como você deve ir vestido ao Vaticano?

Pelas características do local, a regra geral é um vestuário "respeitável". Isso significa que nada de chapéus, blusas de alcinha, decotes, shorts ou saias curtas. Se você for visitar o Vaticano no verão você pode usar uma camisa de manga comprida ou levar um lenço na bolsa para quando você tiver que entrar na Basílica de São Pedro ou nos Museus.

Faz calor na Cidade do Vaticano?

Não tão quente quanto o Coliseu ou o Fórum Romano, mas sim faz calor. Os museus são cobertos, mas na Praça de São Pedro não há sombra. Portanto, mesmo que você não vá ficar na fila para entrar nos Museus porque está fazendo um tour guiado, leve água e protetor solar.

Posso entrar nos Museus do Vaticano com uma mochila?

Se não for uma mochila grande ou tipo bagagem, sim. Caso contrário, você deve deixá-lo no guarda volumes. De qualquer maneira, não recomendo que você vá carregado a nenhum dos passeios que fará em Roma; esta é uma cidade para passear e qualquer peso extra dificulta.

Fachada Basílica de São Pedro
Fachada Basílica de São Pedro

Posso levar comida para os Museus do Vaticano?

Não é permitido comer ou beber nas salas de exposição, portanto, se você levar algum lanche na mochila ou bolsa, não tire enquanto você estiver visitando as exposições.

Posso tirar fotos dentro do Vaticano?

Nos Museus do Vaticano, não é permitido fotos com flash e pau de selfie. Você pode tirar fotos com seu celular e com uma câmera que não envolva acessórios profissionais (para este último você precisa pedir uma licença especial).

No caso da Basílica de São Pedro, lembre-se que você está em um local de culto; mesmo que muitos turistas não o respeitem, não é apropriado estar tirando fotos enquanto seus visitantes tentam aproveitar a lembrança que o local transmite. Reserve sua memória para as outras maravilhas que você verá em Roma ou para a vista da cúpula da Praça de São Pedro.

Vale a pena subir na Cúpula de São Pedro?

Embora a entrada na Basílica de São Pedro seja grátis e você certamente verá durante sua visita guiada ao Vaticano, a subida à cúpula é cobrada separadamente. Se você está mais ou menos em forma e não sofre de claustrofobia, vale a pena fazer. Caso contrário, da colina de Gianicolo você terá uma vista semelhante da Praça de São Pedro.

Você pode visitar os Museus do Vaticano durante a noite?

Algumas sextas-feiras do ano os Museus do Vaticano abrem durante a noite (mas normalmente não há tours guiados neste momento). Eu recomendo que você descubra que dias eles abrem e aproveite essa oportunidade para visitá-los se você estiver em Roma.

Vista aérea do Jardin do Vaticano
Vista aérea do Jardin do Vaticano

Outros tours guiados em Roma

Outro tour guiado que também pode te interessar se você for ao Vaticano é a visita à Necrópole sob a Basílica de São Pedro. Este tour requer permissão especial pois dá acesso ao local onde o apóstolo está enterrado, mas há alguns tours especializados que oferecem esta visita.

Quanto aos tours guiados mais valiosos de Roma, eu definitivamente recomendaria um dos meus favoritos: o Coliseu e o Fórum de Roma. A região não tem nada a ver com o Vaticano, mas é a outra parte essencial da cidade eterna e a história que ela carrega é fascinante. Eu fiz um post sobre Os melhores tours guiados do Coliseu que pode te interessar.

E se eu quiser apenas os ingressos para o Vaticano?

Claro, há também a opção de comprar os ingressos para o Vaticano sem qualquer tipo de tour guiado. É verdade que isso te permitirá conhecer toda a área a seu próprio ritmo sem ter que estar atento às explicações de um guia mas, por outro lado, você perderá o encanto de conhecer em detalhes a explicação de toda a arte, o modo de vida e as curiosidades que o Vaticano esconde. Enfim, eu fiz um post que você pode ler aqui sobre Os melhores tours guiados do Vaticano.

Melhores Os melhores tours guiados do Vaticano