Parcele sua compra em até 6 vezes no cartão de crédito. Visa card MasterCard Black card American Express Black card

Guia do Whitney Museum of American Art em Nova York

Localizada em um enclave privilegiado próximo ao rio Hudson e à High Line, esta biblioteca de pinheiros oferece a maior coleção de arte americana do mundo e vistas panorâmicas espetaculares de Nova York.

Nuria Rozas

Nuria Rozas

Leitura de 11 minutos

Guia do Whitney Museum of American Art em Nova York

Detalhe da fachada do Museu Whitney em Nova York. | ©Julia Juncadella

Se você é um amante da arte moderna, uma das paradas obrigatórias em sua visita a Nova York é o Museu Whitney, lar da melhor coleção mundial de arte americana do século 20.

Mas o que há de tão especial nisso? No interior, você encontrará muitas das pinturas icônicas do grande pintor realista Edward Hopper (1882-1968). Portanto, se você ainda não o fez, sugiro que coloque esta jóia cultural na sua lista de visitas obrigatórias em Manhattan.

Este museu, que conseguiu cativar até mesmo a própria Michelle Obama, que participou da inauguração do novo edifício em 2015, vai surpreendê-lo. Neste artigo eu explico como conseguir ingressos a um preço muito acessível, os melhores dias da semana para visitar, o que não pode faltar por dentro e tudo o que você precisa saber para aproveitar ao máximo sua visita. Continue lendo!

A melhor e mais rápida opção

Ingressos para o Museu Whitney de Arte Americana (sem fila)

Evite as filas e obtenha sua entrada prioritária no Museu Whitney

Perfeito se você quiser visitar este museu sem ter que perder tempo na bilheteria e desfrutar da visita guiada que está incluída no preço.

Com esta opção de baixo custo, onde você paga apenas um pouco mais para ter seu acesso prioritário ao Museu Whitney, você poderá ver obras de arte únicas sem ter que esperar nas longas, longas filas que se formam todos os dias. Acreditem, isto pode ser exaustivo. Além disso, todos nós sabemos que "tempo é dinheiro, e quando se viaja, ainda mais"!

Com admissão prioritária, você terá a oportunidade e o tempo para descobrir a mais abrangente coleção de arte americana de todos os tempos. Um fato: este museu coloca ênfase especial nas obras de artistas vivos, o que prova que a premissa de que "qualquer época no passado foi uma época melhor" nem sempre é verdadeira.

O que inclui a admissão prioritária?

  • Acesso direto às exposições, sem filas de espera ou espera desnecessária.
  • Uma visita guiada diária para conhecer todos os segredos deste museu em profundidade e não deixar nenhuma pergunta sem resposta.
  • Cancelamento gratuito se sua viagem for alterada no último minuto.

Recomendado se... você quiser evitar as multidões e filas que se formam todos os dias na bilheteria do Museu Whitney.


Quanto custam os ingressos para o Museu Whitney?

Abertura do Museu Whitney| ©Lili Xia
Abertura do Museu Whitney| ©Lili Xia

Se você comprar seus ingressos para o Museu Whitney de Nova York on-line com antecedência, você pagará apenas 23 euros no site da Hellotickets. Entretanto, se você estiver viajando com crianças, uma família ou tiver acesso a um desconto especial, talvez consiga obter melhores preços.

Preços dos bilhetes na bilheteria

É também uma opção muito válida para comprar os bilhetes na bilheteria e o preço que você receberá será muito semelhante (21,50 euros), embora, como eu disse antes, você perderá as vantagens de comprar o bilhete prioritário (acesso preferencial, cancelamento gratuito e visita guiada).

Não esqueça que as filas podem ser muito longas, por isso não recomendo comprar ingressos no dia da visita (especialmente se você quiser entrar no último minuto, pois eles se esgotam com semanas de antecedência). Como você pode ver, a diferença de preço é mínima - por apenas 1,50 euros, que é o custo de um simples café - você poupará o trabalho de não entrar por causa de um mau planejamento.

Aproveite os descontos especiais para grupos

No entanto, se você é uma alma livre, um daqueles que gostam de improvisar e não se importam de ir à bilheteria (mesmo que leve mais tempo), tome nota destes preços reduzidos porque tenho certeza de que eles serão do seu interesse. Os seguintes grupos poderão ter acesso ao museu por apenas 15,5 euros.

  • Mais de 65s,
  • Visitantes com deficiência,
  • Estudantes, que devem apresentar sua carteira de identidade.

Como obter entrada gratuita no Museu Whitney

Por outro lado, as crianças menores de 18 anos podem entrar gratuitamente. Sim, sem custos. Lembre-se também que os museus de Nova York implementaram a opção de entrada com uma doação, o famoso "pague o que quiser ". Você não sabia?

Toda sexta-feira, das 19h às 22h, o Museu Whitney permite que os visitantes entrem com esta opção. Entretanto, é necessário solicitar a admissão com antecedência, pois há uma alta demanda. Se você for em datas muito específicas, é melhor ser cauteloso e reservar com bastante antecedência em seu site oficial.

Reserve aqui seu ingresso para o Museu Whitney

Horário de abertura do Museu Whitney

Dentro do Museu Whitney, em Nova York| ©Jim Culp
Dentro do Museu Whitney, em Nova York| ©Jim Culp
  • Segunda, quarta e quinta-feira, das 10h30min às 18h00min.
  • Terça-feira (fechado)
  • Sexta-feira: 10:30 às 22:00 h
  • Sábado: das 11:00 às 18:00 horas.
  • Domingo: 11:00-18:00

Melhor hora para visitar o Whitney

Meu conselho é tentar visitar o Museu Whitney durante a semana e evitar os sábados e domingos. Em particular, os melhores dias para descobrir suas coleções são as segundas e quartas-feiras porque tendem a ser os dias de semana menos movimentados.

A maioria dos museus e monumentos de Nova Iorque está fechada nos feriados, e o Whitney não é exceção: em 25 de dezembro, 1º de janeiro e Dia de Ação de Graças, a instituição fecha suas portas.

Reservar com antecedência

Como o museu explica em seu site oficial, a compra de ingressos para o mesmo dia pode ser complicada. Para não estragar seus planos, aconselho-o a comprar seu bilhete com antecedência.

Fato importante: a última admissão no museu é 45 minutos antes do horário de fechamento.

Nuria's Traveller Tip

Se você é como eu, um amante do pôr-do-sol, e não sabe onde apreciar o melhor pôr-do-sol de Nova York, o terraço do Museu Whitney é o lugar para você. Acredite em minha palavra!

Onde e como chegar ao Museu Whitney

Metrô de Nova Iorque| ©Norbert Stening
Metrô de Nova Iorque| ©Norbert Stening

O Museu Whitney está localizado na 99 Gansevoort Street no Distrito de Meatpacking em Manhattan, a poucos passos do Rio Hudson e da West Side Highway.

O Whitney é facilmente acessível de bicicleta, metrô, ônibus e táxi. Para a maioria, a maneira mais fácil de chegar ao Museu Whitney (localizado na Rua Gansevoort, 99) é usar o metrô de Nova Iorque.

Você pode pegar as linhas A, C, E e L (saia na 14ª parada St). O preço de um único bilhete é de aproximadamente 2,60 euros. Aqui está um mapa subterrâneo para ajudá-lo a contornar a Grande Maçã.

O cartão do metrô de Nova York

Uma pequena dica! Se você planeja usar o transporte público várias vezes durante sua viagem, a melhor opção é comprar um MetroCard, que é válido para o metrô e ônibus. Ao contrário das grandes cidades espanholas, como Madri e Barcelona, o metrô e os ônibus de Nova Iorque funcionam 24 horas por dia. Aqui está um guia prático para o uso do metrô de Nova Iorque.

O sistema Citi Bike na cidade de Nova York

Se, por outro lado, você é um dos que ficam facilmente sobrecarregados no metrô, recomendo que chegue ao Museu Whitney de bicicleta, a maneira mais sustentável e ecológica de chegar lá na cidade dos arranha-céus. Além disso, você poderá estacionar mesmo fora do museu.

A melhor opção para alugar este veículo é usar o aplicativo Citi Bike, o sistema público de aluguel de bicicletas de Nova Iorque. A bicicleta Citi de Nova York é uma forma barata e divertida de desfrutar cada canto da Big Apple sobre duas rodas. Um plano perfeito para famílias com crianças.

As obras de arte imperdíveis do Museu Whitney

O
O "Early Sunday Morning" de Edward Hopper.| ©Daniel Kelly

O Museu Whitney é composto por mais de 21.000 peças criadas por mais de 3.000 artistas e é especialmente projetado para atrair um público jovem. O museu tem vários andares que abrigam exposições temporárias e a coleção permanente, bem como a própria coleção da fundadora Gertrude Vanderbilt Whitney.

No museu você pode encontrar a melhor coleção de quadros de Edward Hopper, famoso por seus retratos da solidão na vida americana, cujo legado foi doado à instituição após sua morte. Também estão em exposição obras de Andy Warhol, Peggy Bacon, Jackson Pollock, Basquiat, George Bellows e Stuart Davis, entre muitos outros.

Os pontos turísticos obrigatórios do museu

Não perca os melhores trabalhos da galeria:

  • Music, Pink and Blue by Georgia O'Keeffe (1918)
  • Início da manhã de domingo, por Edward Hopper (1930)
  • A Ponte do Brooklyn por George Stella (1939)
  • Três bandeiras, por Jasper Johns (1958)
  • A Woman in the Sun, de Edward Hopper (1961)

Não perca a tradicional Bienal Whitney

Por outro lado, a cada dois anos o museu organiza a Bienal Whitney, a exposição mais antiga do país, realizada desde 1932, que mostra ao público em geral os últimos avanços da arte americana. É dedicado, sobretudo, aos artistas emergentes e às novas propostas.

Esta exposição, que atrai milhares de espectadores e visitantes, estabeleceu-se como uma das exposições mais importantes do mundo da arte contemporânea, tanto que tende a liderar as tendências do setor. Você gostaria de participar? Bem, você está com sorte, porque a Bienal de 2021 foi adiada e a próxima será realizada entre abril e agosto de 2022.

Não se preocupe se você não for fluente em inglês porque o museu geralmente oferece recursos e programas em espanhol durante a Bienal, tais como um guia móvel, visitas guiadas e visitas gratuitas à exposição. A sinalização da exposição também está em espanhol.

Você sabia que ....?

Renzo Piano, o "Messi dos arquitetos contemporâneos", também projetou o Centro Pompidou em Paris e o Centro Botín em Santander. Seus edifícios sempre incorporam grandes janelas transparentes que conectam os museus com a cidade.

Quanto tempo você precisa para visitar o Museu Whitney

Obras do Museu Whitney de Arte Americana| ©Vld0363
Obras do Museu Whitney de Arte Americana| ©Vld0363

Na minha opinião, uma visita de duas horas é o ideal. Embora à primeira vista possa não parecer muito tempo, tenha em mente que se você visitar o local com um guia especializado (há um passeio todos os dias), o tempo é duas vezes maior do que se você fosse vê-lo por conta própria. Como diz o provérbio do Instituto Cervantes, "lo bueno, si breve, lo breve, dos veces bueno".

Se você ainda tem alguns minutos de sobra, meu conselho é dar um passeio pelo Meatpacking District, um bairro de vinte quarteirões com uma animada comunidade de artistas, galerias, restaurantes e vida noturna. Você também pode aproveitar a oportunidade para visitar o High Line Park, um novo jardim urbano construído sobre uma antiga linha ferroviária. Aqui está meu guia prático de 10 coisas para fazer e ver na High Line de Nova Iorque.

Se depois desta caminhada pelo parque você ainda não se sente relaxado, você pode passar a tarde a bordo de um cruzeiro de duas horas e meia no rio Hudson, o que lhe permitirá ver o horizonte de Manhattan do barco e descobrir o outro lado da Big Apple da água. Dê uma olhada nos melhores cruzeiros do Rio Hudson em Nova York.

Nuria's Traveller Tip

Se você gosta de arte de rua, sugiro que saia da High Line na entrada da Rua 23 para ver o grafite colorido do artista brasileiro Eduardo Kobra.

Onde comer no Museu Whitney

Vista do terraço do Museu Whitney em Nova York.| ©Daniel Kelly
Vista do terraço do Museu Whitney em Nova York.| ©Daniel Kelly

Se você quiser pegar um lanche ou aproveitar o pôr-do-sol com um coquetel, não precisa sair do prédio, basta pegar o elevador até o oitavo andar. O museu é o lar do restaurante Studio Bar, que serve a cozinha americana com um toque moderno. Recomendo chegar cedo para conseguir um lugar no fabuloso terraço com vista.

Aqui está uma pequena lista de preços para lhe dar uma idéia:

  • Água (2,60 euros)
  • Cerveja (7,80 euros)
  • Taça de vinho (12 euros)
  • Cappuccino (4,30 euros)
  • Coquetéis alcoólicos (13 euros)
  • Aperitivo (18 euros)

Além disso, se você quiser apenas parar durante sua visita à galeria e aproveitar para observar os transeuntes que passam por Nova York, dirija-se ao restaurante Andrea e James Gordon no andar térreo, acessível tanto aos convidados do museu quanto ao público em geral. Suas paredes são grandes janelas de vidro que lhe permitem desfrutar da agitada cidade a seu bel-prazer com um café na mão.

Se você não estiver convencido por nenhuma dessas opções, dê uma olhada neste guia para os melhores lugares para comer em Nova York e escolha onde satisfazer seu apetite!

Nuria's Traveller Tip

Se você quiser desfrutar da vista do terraço do Studio Bar, mas não quiser se sentar para comer, sugiro que peça um cappuccino - é delicioso e irá aquecê-lo!

Recomendações para visitar o Museu Whitney

Dentro do Museu Whitney de Arte Americana em Nova York| ©philanto1
Dentro do Museu Whitney de Arte Americana em Nova York| ©philanto1

Meu conselho é que mesmo que você não goste de arte, vá ao Museu Whitney e suba aos terraços ao ar livre nos 5º, 6º, 7º e 8º andares, que servem como galerias de arte e mirantes espetaculares. Como mencionei, o andar superior é perfeito para um aperitivo romântico com vista!

Embora já tenha sido descrito como o "edifício mais feio de Nova York", o Museu Whitney não é mais o patinho feio e foi transformado em um cisne graças às maravilhosas mãos do arquiteto Renzo Piano, que projetou o novo edifício com uma estética moderna, industrial e uma das mais impressionantes vistas da Grande Maçã.

Agora tudo o que você precisa fazer é comprar suas passagens, colocar em prática estas recomendações e se preparar para ver um dos mais belos pontos de vista de Nova York. Bon voyage to the heights!

Perguntas mais freqüentes

Vista da cidade a partir do Museu Whitney| © AllainG
Vista da cidade a partir do Museu Whitney| © AllainG

A cadeira de rodas do Museu Whitney é acessível?

Sim, todos os níveis do museu são acessíveis por elevador. Além disso, as entradas para os terraços externos são equipadas com abridores automáticos para fácil acesso.

Há estacionamento perto do Museu Whitney?

Sim, há três garagens nas proximidades, na 99 Jane Street, 134-36 Jane Street e 385 West 15th Street.

Posso estacionar minha bicicleta perto do Museu Whitney?

Sim, o estacionamento para bicicletas está disponível diretamente em frente ao museu. Por outro lado, o estacionamento do sistema de bicicletas Citi (sistema público de bicicletas de Nova Iorque) está localizado na esquina sudoeste das ruas Gansevoort e Washington.

A admissão ao Museu Whitney está incluída em algum dos passes turísticos da cidade?

Vista do Empire State Building| ©Alina Grubnyak
Vista do Empire State Building| ©Alina Grubnyak

Sim, a melhor maneira de ver o Whitney e não perder nenhuma das maravilhas da cidade é com o New York Explorer Pass de 69 euros, que permite que você visite até dez atrações em 60 dias. Entre eles, você poderá entrar na galeria, visitar o Empire State Building, a Estátua da Liberdade ou percorrer a cidade de ônibus. Se você tiver tempo livre, esta é definitivamente a melhor alternativa para você.

Tenha em mente que se você visse todas as atrações por conta própria, seria impossível encaixá-las todas em um tempo tão curto, portanto esta é a maneira mais eficiente de aproveitar ao máximo sua estadia sem multidões e filas de espera.

Por que gosto desta opção: Além de sua boa relação custo-benefício, recomendo o Cartão de Turista porque inclui um tour muito completo por Nova York que lhe permitirá aproveitar ao máximo seus dias na cidade.

Informações práticas sobre o New York Explorer Pass

  • Recomendado: se você vai estar em Nova York por pelo menos duas semanas.
  • Número de atrações a escolher: 2, 3, 4, 5, 6, 7 ou 10
  • Preço: a partir de 69 euros
  • Vantagens: economiza tempo e dinheiro (o cartão permite que você entre nas principais atrações a uma taxa reduzida)
    Ideal também para famílias com crianças, que gostam de relaxar e desfrutar dos ônibus turísticos.

Reserve o melhor Sightseeing Pass da cidade de Nova York