Os cookies nos ajudam a fornecer nossos serviços. Ao usar nosso website, você concorda com o uso de cookies. Saber mais.

Passeios Diurnos na Rota do Champagne saindo de Paris

Desfrute do espumante quintessencial nos locais onde as uvas são colhidas. A região está ao fácil alcance da capital e é a escapada perfeita em todas as épocas do ano.

Matteo Gramegna

Matteo Gramegna

Leitura de 7 minutos

Passeios Diurnos na Rota do Champagne saindo de Paris

Champanhe | ©Kirk K

Localizada ao leste da região parisiense, a região de Champagne é uma das províncias históricas da França. Todos os anos milhares de turistas a visitam, atraídos pelos vinhedos, pelas adegas e, é claro, pelas melhores champanheiras.

Há infinitas coisas para ver e fazer em Paris e, no entanto, se você planeja ficar por cinco dias ou mais, uma viagem à região de Champagne deve estar em sua agenda. Abaixo estão as melhores visitas guiadas de um dia.

1. Excursão para a região de Champagne com visita à adega

Dentro de uma adega de Champagne| ©Julien Potron
Dentro de uma adega de Champagne| ©Julien Potron

Estes passeios são populares por três razões: eles incluem degustações da bebida espumante quintessencial, podem ser feitos em um dia, e oferecem uma pausa da agitação da capital. O ônibus geralmente sai de Paris por volta das 7h00 da manhã e chega à região de Champagne em pouco mais de 2 horas.

Dependendo das ofertas de cada agência, você pode parar em Épernay (onde é colhido o famoso Moët & Chandon), em Hautvillers (famoso por ter hospedado o monge e mestre de adega Dom Pérignon) ou em outras cidades da região.

As excursões geralmente incluem a degustação de quatro taças e um guia especializado que explicará tanto as características do vinho quanto um pouco da história local.

A propósito, se você quiser repetir a experiência gastronômica quando retornar à capital, recomendo que leia o post sobre as melhores degustações de vinho e queijo em Paris.

  • Duração: entre 10 e 12 horas
  • Preço: entre 200 euros e 250 euros.

Reserve sua viagem para Champagne a partir de Paris

2. Excursão de um dia à região de Champagne com visita a Reims

Conhecendo Reims| ©Ștefan Jurcă
Conhecendo Reims| ©Ștefan Jurcă

A segunda rota compartilha várias das visitas da opção anterior. Um ônibus o buscará em Paris e o levará para a região de Champagne. Novamente, o passeio inclui um guia especializado e a degustação de três ou quatro taças do famoso espumante.

Vale a pena reservar este passeio para saber como o champanhe é produzido. Cada garrafa é feita de acordo com o método Champenoise, que envolve uma segunda fermentação do vinho na mesma garrafa.

Você também aprenderá a diferença entre Grand Cru, Premier Cru e Cru e as outras características que tornam possível produzir esta delicadeza apreciada em todo o mundo.

Após as adegas, o ônibus o levará à Abadia de Saint-Pierre em Hautvillers (onde se encontra o túmulo de Dom Pérignon) e depois a Reims, a capital dos reis. 25 monarcas do país gaulês foram coroados em sua esplêndida catedral gótica, que foi declarada Patrimônio Mundial da Unesco.

Você terá tempo para passear pela esplendidamente preservada cidade antiga, pontilhada de jóias como o Palácio Episcopal, a Basílica de Saint-Remi ou a esplêndida residência Art Nouveau Villa Demoiselle.

A propósito, se você tem uma fraqueza pela Art Nouveau, recomendo uma visita ao Musée d'Orsay (uma coleção de móveis Art Nouveau, Rue de la Légion d'Honneur 1) ou ao Musée Maxim's (Rue Royale 3) quando retornar a Paris.

  • Duração: cerca de 11 horas
  • Preço: cerca de 200 euros.

Reserve sua excursão a Reims e às adegas Moët et Chandon

3. Passeio pela região de Champagne em um carro antigo

Carro Vintage| ©Txemari (Argazki).
Carro Vintage| ©Txemari (Argazki).

Você tem uma paixão por carros de antigamente? Se for o caso, recomendo que você reserve um tour em um Citroën 2 CV. Este carro é uma pequena jóia do fabricante francês: apesar de sua idade, ele é surpreendentemente espaçoso e confortável.

Isto não é coincidência. Antes de ser lançado, os motoristas fizeram um teste duro: o 2CV tinha que ser capaz de atravessar um campo arado carregando duas pessoas, uma cesta de ovos, cinqüenta quilos de batatas ou um barril de vinho sem quebrar um ovo. Tudo o que você precisa fazer é sentar-se no banco de trás e apreciar a vista.

O passeio inclui uma parada em uma adega local com degustação de Champagne incluída. Ao contrário dos anteriores, o passeio não começa em Paris, mas em Reims. Portanto, você terá que chegar lá por conta própria. Para maiores informações, recomendo que leia o post sobre as melhores excursões que você pode fazer de Paris.

  • Duração: cerca de 3 horas
  • Preço: cerca de 200 euros.

Reserve seu ônibus turístico em Paris

Quando é o melhor momento para visitar a região de Champagne?

Visitando o Champagne| ©Megan Cole
Visitando o Champagne| ©Megan Cole

Seria fácil responder "primavera ou verão", mas os verdadeiros especialistas não têm dúvidas: o outono é a melhor época. Se você estiver viajando para Paris em setembro, recomendo reservar uma viagem para a região de Champagne. A colheita das uvas começa no final deste mês e termina na primeira quinzena de outubro.

Quais são os vilarejos imperdíveis da região de Champagne?

Visitando Sedan| ©Valentin F.R
Visitando Sedan| ©Valentin F.R

A região de Champagne fica ao leste de Paris e é composta pelos departamentos de Aube, Marne, Haute-Marne e Ardennes. Há dezenas de cidades encantadoras e a lista abaixo reúne minhas 5 principais:

  • Reims, a capital de Champagne. Seu monumento mais importante é a Catedral de Notre-Dame, um templo gótico com seu característico rosáceo central e vitrais de tirar o fôlego. A cidade antiga é lindamente preservada e está repleta de inúmeros bares de terraço. Recomendo experimentar os macarrões rosa assinatura. Os habitantes locais afirmam que os melhores estão em Douceurs Macarons (40 Rue Chanzy)
  • Sedan, uma vila medieval no rio Meuse. Você pode alugar um pedalo ou uma canoa e desfrutar das águas panorâmicas. A principal atração é seu castelo-fortaleza, que é o maior da Europa. Você pode visitá-lo todos os dias, exceto 1 de janeiro e 25 de dezembro. Um bilhete padrão custa em torno de 9,5 euros. Para mais informações, recomendo que você consulte o site oficial
  • Chaumont, a antiga residência dos Condes de Champagne. Sua antiga cidade abriga a igreja de Saint-Jean-Baptiste e algumas elegantes casas renascentistas. Em dezembro, o Musée de la Crèche (Museu da Natividade) expõe presépios napolitanos do século XVIII. A propósito, se você estiver viajando no último mês do ano, recomendo que leia o post sobre as 10 coisas a fazer em Paris no Natal
  • Langres, uma vila murada com uma história que remonta ao tempo dos romanos. Cercada por florestas e lagos, é o destino ideal para caminhadas ou ciclismo de montanha
  • Epernay, uma cidade pacífica a cerca de 30 quilômetros de Reims. Sua oferta cultural e de lazer está ligada ao famoso vinho espumante: sob suas ruas estão escondidas várias adegas onde são guardadas garrafas de Dom Pérignon, Moët & Chandon e outras marcas.

Reserve seu bilhete oficial para a Torre Eiffel em Paris

Quais são as vantagens de fazer uma visita guiada versus visitar a região de Champagne por conta própria?

Dia da Vinha| ©Megan Cole
Dia da Vinha| ©Megan Cole

Como você já viu no ponto anterior, a área onde o famoso vinho espumante é produzido pode ser facilmente alcançada da capital. No entanto, se você viajar de trem só poderá ver um local e se alugar um carro terá que dirigir no tráfego parisiense e pagar tanto pela auto-estrada quanto pela gasolina.

Uma visita guiada é uma opção recomendada: o custo total inclui tanto a viagem quanto a entrada nas adegas com degustação de Champagne (geralmente três ou quatro copos). Você terá a oportunidade de visitar mais de um vilarejo e patrimônio a um preço de cerca de 200 euros.

Embora isto possa parecer caro, se você fosse pagar separadamente, o preço seria mais alto. A única coisa deixada de fora é a comida, mas não há falta de restaurantes na área. Por estas razões, um passeio de um dia nesta região é definitivamente um dos 10 melhores passeios e excursões de Paris.

O que devo trazer de Paris em uma excursão para a região de Champagne?

Calçados confortáveis| ©Kindel Media
Calçados confortáveis| ©Kindel Media

Antes de mais nada, você deve estar ciente de que esses passeios são feitos no meio do campo e incluem a entrada nas fazendas onde as uvas são colhidas. Use sapatos confortáveis porque você estará andando por caminhos empedrados e por adegas de adegas de vinho.

Outro must em sua mala é um guarda-chuva ou um mackintosh, pois chove com freqüência.

Uma excursão para a região de Champagne é adequada para crianças?

Caves de vinho| ©Megan Cole
Caves de vinho| ©Megan Cole

A maioria (se não todas) das visitasguiadas permite visitas com crianças. Se eles forem muito jovens, você deve indicar com antecedência se precisa de um assento para crianças. Caso você não esteja convencido, recomendo que leia o post sobre o que ver e fazer em Paris com crianças. Você encontrará outras alternativas dentro e ao redor da capital.

Reserve seu bilhete barato para a Disneyland Paris

Vale a pena fazer uma viagem para a região de Champagne no inverno?

Vinhedos| ©judy dean
Vinhedos| ©judy dean

Não é a melhor época, mas isso não significa que não valha a pena. Nesta época do ano, as temperaturas frequentemente caem abaixo de zero e não é raro ver o campo envolto em névoa ou geada. As paisagens adquirem um toque mágico, especialmente com um copo de Champanhe em suas mãos.

Você precisará usar roupas quentes e confortáveis, mas não se preocupe, se não estiver convencido de que pode ficar na capital e combater o frio com uma atividade interna. Pessoalmente, sempre recomendo uma visita ao Museu dos Inválidos e ao túmulo de Napoleão ou um cruzeiro no rio Sena.