Parcele sua compra em até 6 vezes no cartão de crédito. Visa card MasterCard Black card American Express Black card

Excursões a Versalhes saindo de Paris

Entrar no Palácio de Versalhes é como entrar em outro mundo. Todos aqueles filmes da época que vimos sobre Luís XIV, Maria Antonieta e Luís XVI estão condensados na riqueza de suas salas e na beleza de seus jardins.

Como visitar o Palácio de Versalhes

Existem vários tipos de ingressos, para visitar o Palácio e seus jardins, alguns incluem uma visita guiada ou transporte de Paris... Vou resumi-los todos para que seja mais fácil fazer a sua escolha:

O Palácio de Versalhes visto dos jardins
O Palácio de Versalhes visto dos jardins

Ingresso para o Palácio e seus jardins com transporte saindo de Paris

O palácio e os jardins (porque não devemos esquecer da grandeza desses jardins!) de Versalhes estão cerca de 50 minutos de Paris, mas é um ponto de turístico tão visitado, que está muito bem conectado com a cidade.

Com essa excursão a Versalhes com ingresso para o Palácio e os jardins, um guia local te buscará no centro de Paris, te levará de trem (RER) até o palácio, te mostrará os jardins por completo, te contará todas as histórias deste local histórico e depois te deixará a opção de ver o palácio no seu tempo. Também tem uma opção de sair durante a tarde, embora eu recomendo a opção da manhã se você for quiser ver Versalhes sem pressa.

O que você vai ver

  • O interior do Palácio
  • Os Jardins
  • O Trianon ou palácios residenciais que também fazem parte do complexo

Os jardins do Palácio de Versalhes

Por que eu dou tanta importância aos jardins? Porque na primeira vez que eu fui passei horas andando por eles e na segunda vez que eu fui eu percebi que eu tinha visto apenas metade deles. Os jardins são impressionantes, suas fontes, suas estátuas, suas flores, suas cores... uma verdadeira maravilha.

Audioguia incluído

Todos os ingressos incluem um áudio guia gratuito do palácio e dos seus arredores; eu recomendo que você o utilize especialmente dentro do palácio, que é onde ele te dará as informações mais interessantes. A informação sobre os jardins pode ser repetitiva e eles são mais para aproveitar e brincar com as mudanças de luz (especialmente no verão que mudam muito, dependendo da hora do dia).

Reservar com antecedência

O mais importante que você precisa saber sobre os ingressos para Versalhes é que você deve reservá-los com antecedência: as filas na entrada são mais as longas do que qualquer outra atração parisiense e no verão há longos trechos que fica exposto ao sol. Na alta temporada a espera mínima chega a ser de duas horas e ao comprar seu ingressos com antecedência você irá pular a fila e irá direto para sua visita.

Entrada gratuita

Por último, você pode estar interessado em saber que existem opções para ver o Palácio de Versalhes gratuitamente: você pode fazer isso no primeiro domingo de cada mês, se você for um estudante ou se você for um residente da União Européia com menos de 26 anos. Entretanto, em qualquer um desses casos, você será solicitado a se identificar ao comprar ou reservar seu ingresso para provar que você pode se beneficiar de uma dessas vantagens.

Ana’s Traveller Tip

O primeiro domingo de cada mês a entrada em Versalhes é gratuita, mas sugiro descartar esta idéia durante a temporada alta porque a grande quantidade de de turistas pode tornar sua visita desagradável.

Tour guiado do Palácio e/ou jardins com transporte saindo de Paris

Por um pouco mais (quase uns 10 euros a mais), além do ingresso sem filas e do transporte de ida e volta a Paris em ônibus, você pode trocar o audioguia por um tour guiado de Versalhes com um guia local. Se você está interessado nas histórias do Absolutismo e da Revolução Francesa, você terá muito a ganhar com esta opção porque ela também foi projetada para grupos pequenos, o que implica em uma experiência mais personalizada.

Sobre os tours guiados ao palácio e os jardins

Toda a história do absolutismo francês e de sua queda durante a Revolução Francesa está contextualizada nesta visita. Por mais impressionante que o Palácio e os jardins sejam por conta própria, sem as histórias que certas partes ou salas têm por trás faria a visita ao Palácio de Versalhes incompleta. Com a visita guiada você aprenderá ainda mais sobre a vida e os eventos ao redor de Luís XIV, Luís XVI e Maria Antonieta.

O tour guiado de Versalhes pode ser dos jardins, do interior do palácio ou de ambos. Eu recomendo a opção que te deixa tempo para ver o palácio à vontade e que faz o tour guiado aos jardins por duas razões: é uma opção bastante barata e as histórias que serão contadas durante a visita aos jardins complementam perfeitamente os detalhes que o audioguia te dará mais tarde dentro do palácio.

Fachada Palácio de Versalhes
Fachada Palácio de Versalhes

Visitar Versalhes com o Paris Pass

Se você for comprar o Paris Pass durante sua visita à capital francesa, a entrada em Versalhes será gratuita como parte do cartão Paris Museum Pass está incluído neste pack. O que não estará incluído é a viagem de ida e volta a Versalhes, pois, embora este passe inclua o metrô, Versalhes não faz parte da área central.

Se você quiser saber mais sobre este "tourist card" você pode ler este guia que eu escrevi sobre Paris Pass no qual eu também falo sobre outros passes similares com os quais você entrará gratuitamente nas mais importantes atrações turísticas e museus de Paris.

Como chegar a Versalhes de Paris

O Palácio de Versalhes tem o nome da cidade em que está situado; localizado na periferia de Paris (ao sul) cerca de 45 minutos de carro. O complexo palaciano e os jardins são obviamente a principal atração de Versalhes, por isso ir com qualquer meio de transporte é fácil e bem sinalizado.

Ir para Versalhes com transporte privado

As excursões organizadas a Versalhes ou as tours guiados ao Palácio e seus jardins geralmente incluem o transporte saindo do centro de Paris. Normalmente, a viagem acontece em um ônibus particular que sai de um ponto central da cidade, mas você também pode encontrar opções mais exclusivas que o levam de carro ou em uma van equipada.

Ir de trem para Versalhes

É a opção mais fácil. Em Paris o metrô e os trens RER estão perfeitamente integrados e de qualquer lugar da cidade você pode acessar o RER C que é a linha que o leva a Versalhes com uma parada no palácio. No entanto, note que esta linha bifurca no final, então antes de entrar no trem verifique nas telas que a parada final é Versailles-Rive Gauche e não Saint-Quentin-en-Yvelines.

Ir em ônibus para Versalhes

Há um ônibus, 'Versalhes Express' que sai da Torre Eiffel de terça a domingo e o leva diretamente para o Palácio. O preço da viagem é de 25 euros e a freqüência de trajeto é de apenas uma ou duas vezes ao dia, dependendo da estação do ano. Por isso as pessoas geralmente descartam esta opção em favor da linha urbana 171 que o deixará perto do complexo de Versalhes por um preço muito mais baixo.

Detalhe de uma fonte fora do Palácio de Versalhes
Detalhe de uma fonte fora do Palácio de Versalhes

O que ver em Versalhes

O interior do Palácio

O Palácio de Versalhes é a principal atração do complexo. A rota está perfeitamente delimitada, então uma vez que você entra pela entrada principal, é fácil percorrer o palácio inteiro sem deixar nada para trás. A primeira coisa que vai impressioná-lo é o luxo e a ostentação que cada canto deste palácio exala, mas o que é realmente interessante é conhecer as histórias por trás de cada sala.

Se você ainda não reservou um tour guiado, não deixe de usar o audioguia que você tem direito com seu ingresso; ele te contará histórias incríveis sobre os personagens que viveram dentro destas paredes, como Luís XVI e Maria Antonieta. Eu te asseguro que as excentricidades do que foi a monarquia mais poderosa da Europa o deixarão tão impressionado quanto a beleza do palácio e sua decoração.

Uma das salas mais impressionantes do Palácio de Versalhes
Uma das salas mais impressionantes do Palácio de Versalhes

Os jardins

Com um formato clássico em estilo francês, uma vegetação que é cuidada ao milímetro, fontes e estátuas como elementos decorativos e uma área de 800 hectares; é assim que são os jardins de Versalhes. Muitas pessoas não sabem que os jardins de Versalhes são gratuitos (exceto em ocasiões em que há um espetáculo) e você não precisa comprar um ingresso para entrar.

Se você vai entrar no palácio, eu recomendo que você veja os jardins mais tarde porque assim você poderá usar o audioguia; as histórias das fontes que enfeitam os jardins vão te encantar se você for um fã da mitologia. Assim como o palácio, os jardins de Versalhes não são apenas uma beleza estética, mas o símbolo de uma época e o culminar de um regime político que foi um dos mais poderosos da Europa.

Ana’s Traveller Tip

Reserve bastante tempo para visitar os jardins. A maioria das pessoas se concentram na área principal em frente ao palácio, mas se você explorar um pouco mais, vai descobrir cantos únicos e surpreendentes

O Grand Trianon e o Petit Trianon

Com o ingresso completo (que é o que eu recomendo que você compre, pois é apenas uma diferença de dois ou três euros para o Palácio e os jardins) você terá acesso a esses dois palácios independentes chamados trianons. O estilo destes palácios e dos jardins que os cercam é diferente do estilo do Palácio e dos jardins principais, então se você está pensando que visitá-los é "mais do mesmo", você está enganado.

O Grand Trianon é um palácio barroco que Luís XIV ordenou que fosse construído como um lugar de recreação e que mais tarde foi ocupado por muitos monarcas franceses e também por Napoleão. A decoração deste palácio é de um gosto requintado, mas entre os dois trianons o meu favorito é o Petit Trianon.

O Petit Trianon foi um presente de Luís XV para uma de suas amantes, mas depois foi usado por Maria Antonieta para seu uso pessoal. O palácio por dentro parece a casa de uma boneca, mas o que ele tem de mais charmoso é o seu entorno conhecido como A vila e refúgio da Rainha. Sem outra finalidade que não fosse servir como um elemento decorativo para seu entretenimento, Maria Antonieta construiu esta vila rural em miniatura com um moinho, uma fazenda, um lago e pequenas casas com pequenos jardins.

Fontes dos jardins de Versalhes
Fontes dos jardins de Versalhes

Organize sua visita a Versalhes

Quando ir

Independentemente de quando você for para Versalhes, sempre terá gente. O Palácio é um dos pontos turísticos mais importantes de Paris e é visitado por oito milhões de turistas a cada ano. Porém, é tão grande que você não se sentirá saturado, principalmente se você deixar a visita ao interior do palácio para a tarde ou se você for para as áreas mais escondidas dos jardins.

Programas especiais

No Palácio de Versalhes há um espetáculo musical nos jardins às terças-feiras e as fontes são iluminadas nos fins de semana. Mesmo com mais pessoas, vale a pena visitar o complexo durante um fim de semana porque as fontes iluminadas dão muito mais vida aos jardins. Quanto à época do ano, é melhor planejar sua visita a Versalhes em um dia ensolarado para que você possa aproveitar a longa caminhada ao redor do Palácio.

Duração da visita

No dia em que você for para Versalhes, acima de tudo, reserve seu ingresso com antecedência para economizar tempo; caso contrário você terá um mínimo de quase duas horas de fila na alta temporada. O passeio dentro do palácio levará cerca de duas horas, principalmente se você usar o audioguia, o que eu recomendo.

Depois, visitar os jardins e os trianons pode levar o tempo que você quiser, mas ver tudo não levará menos do que três horas. Em resumo, entre a viagem de ida e volta, a visita ao interior do palácio, aos jardins e os trianons, ver o complexo de Versalhes pode levar facilmente um dia inteiro.

Afrescos do interior do Palácio de Versalhes
Afrescos do interior do Palácio de Versalhes

O que levar

Você não poderá entrar no palácio com mochilas ou bolsas grandes; tudo isso deve deixado no guarda volumes. A bolsa que você levar deve passar no controle de segurança. Se você for a Versalhes no verão, não deixe de levar protetor solar porque você pode se queimar durante seu passeio pelos jardins e, é claro, não se esqueça de levar sua câmera.

Em algumas salas do palácio não é permitido tirar fotos ou com flash, mas as cores e a vegetação que você vai encontrar nos jardins merecem mais do que uma foto. Por outro lado, use sapatos confortáveis porque você andará bastante e também não deixe de levar água durante sua visita aos jardins.

Onde comer

Em todo o complexo do Palácio de Versalhes você encontrará diferentes barraquinhas de comida e também restaurantes. Você pode sair para comer nos arredores e depois voltar a entrar? Eu não recomendo, porque você perderá tempo desnecessário já que não há restaurantes próximos melhores de preço e qualidade dos que você encontrará dentro do palácio.

O que você pode fazer e nem todos sabem é um picnic em certas áreas dos jardins criados para isto, então não hesite se você for visitar Versalhes em um dia com temperaturas agradáveis.

Ir com as crianças para Versalhes

As crianças têm entrada gratuita em Versalhes e tanto quanto o palácio e os jardins estão perfeitamente equipados para visitas familiares. Em todo o exterior do complexo, as crianças encontrarão mais de um lugar para correr e se divertir, mas durante a visita ao interior do palácio elas podem ficar um pouco mais cansadas pela duração do passeio.

Ana’s Traveller Tip

Se você estiver em dúvida sobre qual dia ir a Versalhes, às terças-feiras há um show musical nos jardins e nos fins de semana eles iluminam as fontes.

Se você está interessado no Palácio de Versalhes, também te interessará....

Não há nada em Paris comparável ao Palácio de Versalhes. Na verdade, em toda a Europa o mais próximo é o Palácio de Schoenbrunn, em Viena. Versalhes é único, mas se você quiser aprender mais sobre a monarquia absolutista e a história da Revolução Francesa (que é o que você mais aprenderá nesta visita) eu recomendo que você faça um dos walkings tours pelo centro de Paris.

É onde te irão contar mais sobre o passado da cidade e você tem uma variedade de opções que você pode consultar neste artigo que escrevi sobre As melhores excursões e tours em Paris.

Se você quiser descobrir um dos muitos símbolos da cidade, eu posso recomendar (claro) a Torre Eiffel, a Ópera Garnier ou o Louvre. Eu deixo aqui meus artigos caso você esteja interessado em explorar qualquer uma dessas opções: Ingressos para subir à Torre Eiffel, Visite a Ópera Garnier y Ingressos Museu do Louvre.

Melhores Excursões a Versalhes saindo de Paris