Parcele sua compra em até 6 vezes no cartão de crédito. Visa card MasterCard Black card American Express Black card

Paris Pass

O Museu do Louvre, o Pompidou, o Musée d'Orsay, o Musée Rodin, a Torre Eiffel, a Opéra Garnier, Versalhes, Notre Dame, a Sacré Coeur, o Arco do Triunfo... há tanto para ver, que o Paris Passar pode realmente ajudar!

O que é o Paris Pass?

Os Cartões turísticos são passes que você pode comprar por um determinado número de dias para ter acesso ao transporte e aos principais pontos turísticos da cidade a um preço reduzido. O Paris Pass é o passe principal de Paris e também um dos mais vantajosa.

Torre Eiffel Tower no pôr-do-sol
Torre Eiffel Tower no pôr-do-sol

Como funciona o Paris Pass

A primeira coisa que você precisa saber é que o preço do Paris Pass depende do número de dias que você escolher. Você pode reservar o Paris Pass por dois, três, quatro ou seis dias. Durante o tempo em que estiver ativo, você pode entrar nas atrações incluídas sem pagar nada extra e sem ter que esperar na fila (em muitos museus há uma entrada reservada exclusivamente para os usuários deste passe).

Vista do Arco do Triunfo
Vista do Arco do Triunfo

Como funciona

Retirada

Uma vez adquirido seu Passe, você pode escolher entre os seguintes métodos de envio:

  • A entrega em casa
  • O envio a onde você for se hospedar durante sua viagem a Paris
  • Retirada em qualquer um dos pontos de Paris habilitados com o seu voucher que será enviado ao fazer a reserva
  • Versão digital para levar no seu celular (quando o comprei não era assim, mas imagino que será atualizado em breve)

Ativação

Uma vez adquirido, o Paris Pass é válido por um ano e será ativado na primeira vez que você o usar em alguma atração ou no transporte de Paris (que também está incluído). Por favor, lembre-se que a ativação é por dia e não por hora, por isso você não ative o seu Paris Pass no final do dia mas sim no começo do dia para aproveitar ao máximo durante a sua viagem.

Walking around the Louvre Pyramid
Walking around the Louvre Pyramid

O que está incluído no Paris Pass

O pacote do Paris Pass é dividido em três partes: um passe para pontos turísticos, um passe para os museus (este é o Paris Museum Pass e também pode ser comprado separadamente) e um cartão para utilizar no transporte público. Além disso, o Paris Pass te dá acesso a descontos em lojas e restaurantes selecionados e você também recebe um guia e um mapa da cidade.

Pontos turísticos e atividades incluídas

  • O Museu do Louvre
  • Subir ao Arco do Triunfo
  • Um cruzeiro pelo Sena
  • Uma tour de um dia a bordo do ônibus turístico de Paris
  • O Musée d'Orsay
  • O Museu Pompidou de Arte Contemporânea
  • O Palácio de Versalhes
  • A Ópera de Paris
  • O Panteão
  • Uma degustação de vinho
  • Subir na torre de Montparnasse
  • Tours guiados a pé em diferentes bairros de Paris

Atrações não incluídas

Como você pode ver, há uma grande ausência nesta lista: subir à Torre Eiffel não está incluída no Paris Pass, nem o ingresso para as catacumbas, o ingresso para a Disneyland ou o ingresso para ver um show no Moulin Rouge . Estas são experiências que você terá que pagar separadamente, mas levando em conta tudo o que este passe turístico cobre e tem a oferecer, posso te assegurar que sai rentável.

O Paris Pass, vale ou não a pena?

Não há uma resposta correta, tudo depende do uso que você vai fazer dele e do tipo de viagem que você quer fazer. Se você o aproveitar, com o Paris Pass você gastará menos e terá mais tempo (lembre-se que o Paris Pass inclui o ingresso sem filas e isso em lugares como Versalhes e o Louvre é uma grande vantagem).

Quando o Paris Pass compensa?

  • Se você está interessado na cultura e não quer perder nenhum dos principais pontos turísticos, faça uma lista dos valores por separado e compare com o preço do passe.
  • O Paris Pass vem com o Museum Pass, a opção mais econômica para visitar o maior número possível de museus da cidade (que são muitos!).
  • Se você estiver planejando fazer um cruzeiro pelo Rio Sena, também está incluído.
  • Se você vai se mover muito por Paris, usar o transporte público será a melhor opção.
  • Se você quiser fazer uma viagem para Versalles, o ingresso também está incluído.
  • Em geral, se você for visitar Paris durante a estação fria e chuvosa, você precisará deste passe para protegê-lo do tempo dentro de seus maravilhosos museus e pontos turísticos.

Quando o Paris Pass NÃO compensa?

  • Se você vai estar em Paris por bastante tempo e não precisa juntar todas as suas visitas em poucos dias, o Paris Pass não vai valer a pena e é melhor que você conheça a cidade sem pressa.
  • Se você também não adora a idéia de visitar vários museus ou entrar em pontos turísticos, você também não o aproveitará muito.
  • Se você não planeja usar o transporte público da cidade, esta vantagem não será aproveitada.

Ana’s Traveller Tip

Faça uma lista dos museus e locais que você quer ver em Paris e calcule quanto custam os ingressos separadamente para ver quanto você economizaria com o Paris Pass.

O Paris Pass e o ônibus turístico

Se você decidiu comprar o Paris Pass, não deixe de fazer o tour por Paris de ônibus com vistas panorâmicas. Os passeios de ônibus são normalmente considerados como sendo "muito turísticos", mas eu aconselho você a se livrar de qualquer idéia assim porque este tour é muito agradável.

Não se esqueça que o tamanho da cidade a torna impossível para dar uma passadinha e ver tudo, e a rota do Paris Big Bus te permite ver tudo de "uma vez". Visitar uma cidade de um ônibus pode não ser a opção ideal mas não exclua a possibilidade de aproveitar um tour com comentários e apreciar os principais pontos turísticos antes ou depois de visitá-los.

A duração do tour completo é de uma hora e meia e você pode saber mais sobre o roteiro e o que você verá neste artigo sobre Os melhores ônibus Hop on Hop off.

Arco do Triunfo
Arco do Triunfo

Outros passes turísticos de Paris

Embora o Paris Pass seja o mais solicitado, existem outros cartões turísticos para visitar Paris. Todas eles são bastante similares em termos de uso, número de atrações incluídas e condições. Entretanto, existem diferenças sutis que podem fazer com que você decida a favor de um ou de outro.

  • Paris Pass
  • De R$ 900
  • Duração: de 2 a 6 dias
  • Transporte
  • Descontos adicionais
  • compre o seu
  • Paris Passlib'
  • De R$ 866
  • Duração: de 2 a 5 dias
  • Transporte
  • Descontos adicionais
  • compre o seu
  • Go Paris
  • A partir de R$ 598
  • Duração: de 2 dias
  • Transporte
  • Descontos adicionais
  • compre o seu
  • Paris Museum Pass
  • De R$ 522
  • Duração: de 2 a 6 dias
  • Transporte
  • Descontos adicionais
  • compre o seu

Paris Passlib'

O passe Paris Passlib' é muito parecido com o Paris Pass, mas será melhor se você estiver procurando uma opção de 5 dias, que é a única que o Paris Pass não tem. É ligeiramente mais barato, portanto pode ser uma boa opção se você não estiver interessado em ver a Ópera de Paris, subir na torre de Montparnasse ou fazer a degustação de vinhos.

Estas três atrações são a principal diferença para o Paris Passlib', portanto, se você não estiver interessado em nenhuma delas, o Paris Passlib' pode ser a melhor opção. Além disso, com o Paris Passlib', se você pagar um pouco mais, poderá ter acesso a um tour no segundo andar da Torre Eiffel.

Go Paris Pass

A principal vantagem do passe Go Paris é o preço. Com uma duração de dois dias (não há possibilidade de acrescentar mais dias como no resto dos passes da cidade) inclui todas as atrações e vários museus de Paris por um preço mais baixo do que os demais passes turísticos.

Entretanto, observe que o Go Paris Pass não permite o uso do transporte público na cidade, portanto, se você ficar fora do centro histórico da cidade, pode que não compense.

Paris Museum Pass

O Paris Museum Pass é uma boa opção se o seu interesse principal são os museus de Paris. A diferença com o Paris Pass é que a maioria das visitas incluídas são a museus. Por exemplo, ao contrário do Paris Pass, o Paris Museum Pass não inclui degustação de vinhos, visita à Ópera de Paris, tours a pé ou subir a à Torre de Montparnasse.

No entanto, inclui subir ao Arco do Triunfo, visita ao Sainte Chapelle, entrada a Versalhes ou subir às torres de Notre Dame (esta última não está disponível atualmente devido ao incêndio de 2019).

Porque eu gosto desta opção

Pessoalmente, vejo esta opção bastante prática para uma segunda viagem a Paris na qual você não está mais procurando pelos passeio "típicos" da cidade e, sim, está interessado em se aprofundar na oferta de museus da cidade. O Louvre não é o único museu em Paris; outros como o Pompidou, o Orangerie, o Museu Rodin ou o Museu D'Orsay são também obrigatórios.

O que este passe inclui é um uma hora de cruzeiro pelo Sena com comentários ao vivo durante o passeio. Se você comprar este passe on-line, você tem a opção de recebe-lo no seu hotel em Paris, mas não em uma residência particular dentro da cidade.

O Paris Museum Pass está incluído no Paris Pass, mas note que como não há opção de 3 dias com este cartão, se você comprar o Paris Pass de 3 dias você receberá o Paris Museum Pass de 2 dias.

Ana’s Traveller Tip

Se você escolher o Paris Pass, ative primeiro o cartão de Atrações e depois o Museum Pass para ter mais tempo entre os dois passes.

Dicas para aproveitar ao máximo o Paris Pass (ou qualquer outro passe turístico)

Faça planos

Claro, qualquer passe compensa se você for ver em um curto período de tempo o maior número possível de coisas, mas isso não significa correr de um lugar para outro. Com um bom planejamento você poderá ter acesso a um maior número de pontos turísticos (e, portanto, economizar dinheiro) sem abrir mão de sua paz e tranquilidade.

Antes de começar sua viagem, faça uma lista das coisas que você quer ver e organize-se de acordo com os bairros em que estão localizadas; em muitas dessas áreas você também terá a oportunidade de fazer um tour a pé gratuito, portanto não pense que comprar o Paris Pass significa passar o dia inteiro visitando lugares fechados.

Reserve um dia para os museus

No dia em que você visitar o Louvre ou no dia em que você for até Versalhes, você passará bastante tempo lá (embora com este passe você evitará as filas para entrar), portanto serão dias em que você não poderá ver outros lugares. Porém, Paris é uma cidade que tem muitos museus pequenos e bonitos que você pode visitar em pouco tempo; por exemplo, o museu Rodin ou o espaço Dalí são para mims são incríveis e normalmente passam despercebidos pela maioria das pessoas.

Os horários

Antes de ativar seu cartão, verifique os dias e horários de abertura dos museus e atrações turísticas. Alguns normalmente fecham nos feriados ou em dias especiais. Se a sua viagem coincidir com um desses dias, não ative seu cartão para esse dia ou aproveite para fazer um cruzeiro pelo Sena, degustação de vinho ou visitar Versalhes.

Descobrir sobre descontos e tours guiados

Você pode estar andando pelo bairro da Ópera Paris e não saber que seu Paris Pass tem um tour incluído. Antes de planejar uma visita a um ponto turístico, verifique se o Paris Pass não inclui um tour guiado nessa região.

Pergunte também às lojas ou restaurantes a que você vai se obtém descontos com este cartão, pois você pode não só economizar uma quantia considerável em visitas, mas também em restaurantes locais ou lojas de lembranças.

No caso do Paris Pass e o do Museum Pass, ative primeiro um e depois outro

O Paris Pass é três cartões em um: o cartão de transporte, o cartão de atração turística e o cartão de museus. Eu recomendo que você ative primeiro o cartão de atrações e faça as atividades que são exclusivas, e depois ative o cartão dos museus no dia seguinte. Com este simples truque você pode ganhar tempo de iso e visitar ainda mais pontos turísticos sem ter que investir em um cartão superior.

Por favor, não se esqueça que o tempo neste cartão é por dias de uso e não por horas; se você chegar a Paris pela tarde, passe esse dia caminhando pela cidade e ative seu Paris Pass na manhã seguinte para não perder tempo de uso.

Se você está interessado no Paris Pass, também estará interessado em...

Com o Paris Pass, poucas coisas vão sobrar sem ver em Paris, pois ele inclui quase tudo. Após alguns dias de uso deste cartão, você terá poucas coisas ainda para ver na cidade, mas se alguma delas for a Torre Eiffel você pode descobrir mais sobre ela aqui: Ingressos para subir à Torre Eiffel.

Monumentos à parte, em Paris há espetáculos que valem a pena ver. Um dos mais conhecidos é o show do Moulin Rouge e você também pode comprar ingressos separados para completar sua visita a Paris e saber mais sobre o show neste outro artigo sobre Ingressos Moulin Rouge.

Finalmente, uma das perguntas mais comuns que você pode ter ao ler a ampla gama de museus incluídos no Paris Pass será como escolher. Escrevi este outro artigo sobre Os melhores museus em que pode te ajudar a decidir quais.