Parcele sua compra em até 6 vezes no cartão de crédito. Visa card MasterCard Black card American Express Black card

Ingressos Museu de História Natural em Nova York

É o meu favorito: um museu de filme e sempre que vou a Nova York o visito: te conto como comprar ingressos e o que você não pode perder

Isabel Catalán

Isabel Catalán

12 de jun de 2021 • Leitura de 7 minutos

Ingressos Museu de História Natural em Nova York

O museu por dentro | ©6sqft

O Museu de História Natural de Nova York é um dos museus mais visitados nos Estados Unidos e desde sua inauguração em 1869 tem liderado todas as listas dos melhores museus de ciência do mundo.

1. Como conseguir seu ingresso para o Museu de História Natural

Muitos o conheceram pelo filme de Ben Stiller "Uma Noite no Museu", especialmente as crianças. Mas mesmo que na vida real sua coleção não ganhe vida após o anoitecer, vale a pena visitá-lo. Vou te contar as melhores maneiras de fazer isso!

Comprar ingressos online

Comprar ingressos para o Museu na bilheteria

O Museu de História Natural é uma das atrações turísticas essenciais da cidade de Nova York, tanto para crianças quanto para adultos. E por ser é um dos museus mais visitados da cidade, na hora de entrar longas filas podem se formar, a melhor coisa a fazer é evitar as bilheterias do museu e comprar o seu ingresso para o Museu de História Natural com antecedência para não perder tempo e ir direto para as galerias.

Mesmo assim, se você gosta de improvisar e planejar sua viagem no momento existe a possibilidade de comprar ingressos na bilheteria por esses preços:

  • Adulto $23
  • Criança (3-12) $13
  • Sênior (60+) $18
  • Estudante (com identificação) $18

2. Ingresso para o Museu de História Natural

Entrada do Museu | ©Wikimedia
Entrada do Museu | ©Wikimedia

Com um ingresso para o Museu de História Natural de Nova York você pode entrar no Museu pulando a fila da bilheteria e já indo aproveitar as exposições permanentes. Porém, o controle de segurança é inevitável e pode atrasar um pouco a sua entrada, que eu te conto mais pra frente.

Assim que você tiver comprado seu ingresso, para tomar medidas sanitárias e de prevenção para a COVID-19 durante sua visita, o museu também solicita que você faça uma reserva para uma data e hora programada no site do museu. Ao receber o comprovante, você encontrará todas as instruções de como fazer a reserva para o museu. No dia da sua visita, você terá que apresentar o comprovante e o cupom do museu, impresso ou digitalmente. (Informações atualizadas em dezembro de 2020).

3. Passes turísticos que incluem o Museu de História Natural

No interior | ©Time Out
No interior | ©Time Out

Para aproveitar ao máximo sua viagem a Nova York, você pode comprar um passe turístico da cidade de Nova York que te dá uma espécie de tarifa única para visitar as atrações mais populares da cidade. Com estes passes você economiza tempo (nas filas das bilheterias) e dinheiro, já que o valor de cada ingresso sai mais rentável.

Os passes turísticos de Nova York que incluem o ingresso para o Museu de História Natural são:

O que os passes geralmente incluem?

  • Ingressos para o Museu de História Natural
  • Acesso ao ônibus hop-on hop-off de Nova York
  • Um passe para o ferry ou cruzeiro pelo rio Hudson
  • Ingressos para os mirantes mais procurados (Top of the Rock, Empire State ou One World Observatory)
  • Ingressos para o Memorial e o Museu 11 de Setembro
  • Ingressos para o MoMA
  • Ingressos para o Metropolitan Museum of Art

Qual passe comprar?

Antes de começar a escolher seu passe, você deve saber que existem dois tipos de passes: aqueles que você paga por dia (e você tem um 'open bar' de atrações para ir durante esses dias) ou aqueles que você paga pelo número de atrações que quiser visitar (os mais eficientes se você já sabe o que quer ver na sua viagem). No meu artigo sobre os melhores passes turísticos de Nova York te ajudamos a escolher o melhor para você.

4. Organize sua visita ao Museu de História Natural

Visitando as exposições | ©Wikimedia
Visitando as exposições | ©Wikimedia

Localização e como chegar

  • Localização: 200 Central Park West. Nova York, NY 10024-5102
  • Como chegar: Para chegar no Museu de História Natural de Nova York, você pode pegar o ônibus (linhas M7, M10, M11, M79, M86 e M104) ou o metrô (81st St. Museum of Natural History Station, linhas B e C).

Horário de abertura

  • Horário: O museu está aberto de quarta-feira a domingo das 10h às 17h30min.
  • Dias fechados: Dia de Ação de Graças e Natal

Isabel’s traveller tip

O Museu de História Natural é enorme e há muito o que ver, por isso é uma boa ideia planejar bem sua visita. Reserve pelo menos 3 horas para explorá-la com calma.

5. O que ver no Museu de História Natural

Uma das salas principais | ©Wikimedia
Uma das salas principais | ©Wikimedia

Localizado em uma área arborizada em frente ao Central Park, o Museu de História Natural consiste em 28 edifícios interligados que abrigam dezenas de salas de exposição permanentes, laboratórios de pesquisa e sua popular biblioteca. Suas instalações abrigam o que é considerado a maior coleção do mundo, com mais de 35 milhões de peças, que não podem ser exibidas ao mesmo tempo pela falta de espaço.

Pelo seu grande tamanho e número de exposições, visitar o Museu de História Natural pode ser esmagadoraç, especialmente na primeira vez. As dez exposições permanentes espalhadas por mais de quarenta salas se juntam com as exposições temporárias e o planetário.

Grand Gallery

A Grande Galeria é um ponto de encontro onde estão expostos os fósseis e a Grande Canoa, construída pelos nativos americanos no final do século XIX.

Biodiversity and Environmental Halls

Oferece uma visão da vida na Terra e de sua beleza. Uma das salas é dedicada às florestas norte-americanas, outra estuda a relação entre os seres vivos e o meio ambiente, outra se concentra na biodiversidade e suas ameaças e na outra a vida nos oceanos, onde um modelo de uma baleia azul de 28 metros de comprimento está em exposição.

Birds and Reptiles and Amphibians Halls

Por um lado, suas salas representam a grande variedade de aves existentes no planeta, com atenção especial para as da América do Norte e Nova York. Mas por outro lado, esta exposição também mostra répteis e anfíbios.

Earth and Planetary Sciences Halls

Esta exposição tem três salas para meteoritos, minerais e pedras preciosas. A Esmeralda Patrícia (uma das mais espetaculares existentes), a Rubí Midnight Star (uma estrela de rubi com cor vermelho intenso) e a Estrela da Índia (a maior safira do planeta), que foi roubada do museu nos anos 60, estão todas expostas aqui. O meteorito Ahnighito, que caiu na Groenlândia, também se destaca.

Fossil Halls

A exposição fóssil possui a maior coleção de dinossauros e restos de mamíferos. Está dividido em seis salas que se concentram na origem dos vertebrados, dinossauros, grandes mamíferos e mamíferos primitivos. Neste espaço você pode ver exemplos de Triceratops, Tyrannosaurus Rex, Stegosaurus, Brontosaurus e entre outros.

Human Origins and Cultural Halls

Esta exposição explora a história da evolução humana, bem como as diferentes culturas dos povos da África, Ásia, América do Norte e do Sul e do Pacífico.

Mammal Halls

A exposição dedicada aos mamíferos é uma mostra sobre as características dos pequenos mamíferos, asiáticos, africanos, norte-americanos, nova-iorquinos e da sala dos primatas, com representações precisas e uma cuidadosa montagem. Seus dioramas estão entre os mais famosos do mundo.

Rose Center for Earth and Space

O Rose Center é uma das exposições mais exclusivas do museu. Sua exposição é dedicada ao estudo do universo, das galáxias, dos planetas e das estrelas. Nesta parte você pode visitar o Planetário de Hayden e a espetacular Esfera de Hayden.

Theodore Roosevelt Memorial

Esta sala na entrada mais conhecida do museu, Central Park West, hospeda o memorial oficial a Theodore Roosevelt, governador do estado de Nova York e presidente dos Estados Unidos. Também exibe o esqueleto gigante de um Barosaurus.

Discovery Room

Neste espaço crianças de 5 a 12 anos de idade podem aprender com a companhia de adultos sobre ciência, pesquisa e natureza, experimentando interativamente com quebra-cabeças, artefatos e desafios científicos.

6. Conhecendo o Museu de História Natural de Nova York

Uma das salas principais | ©Unsplash
Uma das salas principais | ©Unsplash

Após obter o apoio de personalidades como Theodore Roosevelt Sr. (pai do famoso presidente dos Estados Unidos e um dos co-fundadores da instituição), o naturalista Albert S. Bickmore conseguiu realizar o sonho de criar o Museu de História Natural em Nova York em 1869 para o estudo do universo, da Terra, do ser humano e da difusão da ciência.

A partir daquele momento, a equipe do museu viajou para todos os continentes e se envolveu nas expedições que descobriram o Polo Norte, que atravessou a Mongólia e o deserto de Gobi, entrou nas densas florestas do Congo e mapeou áreas ainda não exploradas da Sibéria. Desde então, o museu tem continuado seus esforços, patrocinando cerca de 120 expedições a cada ano e empregando mais de 225 cientistas.

7. Outros museus interessantes em Nova York

O Museu da Cidade de Nova York | ©Filip Wolak
O Museu da Cidade de Nova York | ©Filip Wolak

A esta altura você já deve saber que Nova York tem uma oferta turística que se destaca de muitas outras capitais do mundo. E "museisticamente" falando, não está muito atrás. Se você tiver vontade de conhecer alguns de seus museus mais populares, não deixe de dar uma olhada no que o MoMa tem a oferecer (você pode ler aqui como planejar sua visita: Ingressos MoMA).

Você também pode visitar outros tipos de exposições durante sua viagem, como o Memorial e Museu do 11 de Setembro, dedicado aos ataques terroristas das Torres Gêmeas. Deixo aqui minha opinião sobre esta visita e alguns conselhos: Ingressos Memorial e Museu do 11 de Setembro.

E se você ainda não decidiu (não me espanta, porque a lista de museus é interminável) deixo aqui um resumo daqueles que, para mim, são os melhores: Os 10 melhores museus de Nova York.

Coisas para se fazer em Nova York

Coisas para fazer em outros destinos