Parcele sua compra em até 6 vezes no cartão de crédito. Visa card MasterCard Black card American Express Black card

The Edge em Nova York

Isabel Catalán

Isabel Catalán

26 de jan de 2021 • Leitura de 7 minutos

The Edge em Nova York

©Malvina Battiston

Com 345 metros de altura, The Edge é o observatório aberto mais alto do Hemisfério Oeste. Desde sua recente inauguração em março de 2020, esta maravilha de engenharia com seu piso de vidro tem oferecido vistas panorâmicas deslumbrantes e inéditas da cidade.

Como comprar ingressos para o The Edge

Ingresso online para o The Edge

Comprar ingressos para o The Edge online, por R$ 196 é a melhor opção, pois garante a disponibilidade na data e hora desejada e também economiza dinheiro por ser um pouco mais barato do que na bilheteria.

Ingressos na bilheteria para o The Edge

Se você preferir comprar seus ingressos na bilheteria do edifício, você pode fazê-lo a partir de seu horário de abertura logo pela manhã. Estes são os preços que você encontrará:

  • Criança (6-12 anos) $33
  • Adulto (13 - 61 anos) $38
  • Adulto (+62 anos) $36

O que vou ver com o meu ingresso para o The Edge?

The Edge é o último mirante a se juntar à lista de observatórios de Nova York junto com Top of the Rock, Empire State e One World Observatory. Cada um mostra uma imagem diferente da linha do horizonte. Se já era difícil escolher um antes, agora com este espectacular observatório a decisão fica ainda mais difícil.

Está localizado no oeste de Manhattan, no luxuoso bairro de Hudson Yards, um lugar que promete se tornar um lugar essencial para se ver em Nova York. O arranha-céu onde está o observatório The Edge é chamado de 30 Hudson Yards, um dos mais populares nesta área e que transformou a silhueta de Manhattan.

Este incrível observatório ao ar livre que se projeta como uma seta para o céu de Nova York a partir do 100º andar deste enorme edifício a uma altitude de 345 metros, tornando The Edge o observatório aberto mais alto do Hemisfério Oeste.

A exposição interativa

Ao acessar o observatório, a primeira coisa que você encontrará é uma exposição interativa que aborda a construção do bairro Hudson Yards como um local de teste para diferentes ideias a fim de ajudar a cidade a melhorar sua sustentabilidade e o cuidado com o meio ambiente.

O elevador

Os corredores desta exposição o guiarão até o elevador que o levará até o topo, onde emoções fortes o esperam. Com apenas 10 pessoas podendo pegar o elevador de cada vez, a espera na fila é entretida com vídeos do arranha-céu do 30 Hudson Yards e um gostinho do que te espera do Deck Sky Outdoor no 100º andar.

O Observatório do Interior

Depois de 52 segundos a bordo do igualmente interativo elevador, as portas se abrem para dar lugar a um observatório interno que é totalmente envidraçado e oferece uma vista panorâmica absolutamente espetacular da cidade, desde a Estátua da Liberdade até o Central Park. Ver o rio Hudson das alturas em todo o seu esplendor é realmente de tirar o fôlego.

The Edge

Quando você pisa no terraço externo e se aproxima dos dois vidros que formam um triângulo na sua ponta, você realmente entende a razão pela qual é chamado de The Edge. Você verá o leste e o sul de Nova York como se estivesse suspenso no ar.

O outdoor skydeck é um terraço envidraçado de 700 metros quadrados. Lá você sentirá o impacto do vento no seu rosto e terá uma vista panorâmica de 360 graus sem igual de Nova York. Além da ilha de Manhattan, você tem um vislumbre do oeste de Nova Jersey e até 129 quilómetros de distância no estado de Nova York em dias bons.

Você se sentirá à beira de um penhasco e a adrenalina sobe se você ousar caminhar pelo seu chão de vidro e observar o trânsito de Nova York sob seus pés a centenas de metros acima. É uma sensação realmente emocionante.

Área de bebidas e coquetéis

Para completar sua experiência, no 100º andar há um bar que oferece coquetéis, champanhe e lanches leves para aproveitar dentro ou fora do terraço com vista para o skyline de Nova York.

Organize sua visita ao The Edge

Localização e como chegar

O observatório Edge está localizado em Hudson Yards, Nova York e a maneira mais fácil de chegar lá é de metrô (linha 7, parada 34 St. - Hudson Yards).

Como ir

The Edge é provavelmente o observatório mais surpreendente de Nova York. Por estar localizado no oeste de Manhattan, tem uma vista muito original da cidade e diferente em comparação com outros observatórios, está mais próximo do rio e menos centrado no epicentro da ilha. Para subir ao The Edge com seu ingresso você precisa ir até o shopping The Shops no Hudson Yards e ir até quarto andar.

Horário de abertura

O observatório está aberto todos os dias das 8 da manhã à meia-noite.

Acessibilidade

  • Para visitantes com mobilidade reduzida The Edge é acessível em cadeira de rodas
  • Animais de serviço são permitidos
  • Acessível para carrinhos de bebê

Isabel’s Traveller Tip

Passe uma tarde passeando tranquilamente pelo High Line e termine a caminhada testando sua vertigem no The Edge ao pôr-do-sol para as melhores vistas da cidade.

Curiosidades sobre o The Edge

  • Foi inaugurado em 11 de março de 2020.
  • Projetado por Kohn Pedersen e William Pedersen, The Edge é um impressionante trabalho de engenharia de 7.500 metros quadrados.
  • O outdoor skydeck se estende por 20 metros no 100º andar. A plataforma pesa 382 toneladas e é composta de 15 pedaços que foram unidos a 345 metros de altura como um quebra-cabeça.
  • As paredes de vidro do observatório são anti-reflexivas e foram criadas em um ângulo de 6,6 graus para o exterior para evitar qualquer obstrução nas vistas panorâmicas.
  • O piso de vidro do The Edge é o único do seu tipo em Nova York.
  • O arranha-céu onde está localizado este observatório, 30 Hudson Yards, foi construído em apenas quatro anos e tem 110 andares. No interior, há um pêndulo de 650 toneladas que controla o equilíbrio do edifício.
  • Os elevadores no The Edge levam menos de um minuto para subir da entrada ao observatório. Eles sobem a 5,7 metros por segundo.
  • O arranha-céu 30 de Hudson Yards abriga os escritórios de empresas famosas como HBO e CNN.
  • No 101º andar do edifício está localizado o Peak, o café restaurante com uma das mais incríveis vistas de Nova York.

Ao redor do The Edge: Hudson Yards

Nova York é uma cidade animada e em constante transformação, e foi assim que o enorme, luxuoso e moderno bairro residencial que agora é o Hudson Yards surgiu não faz muito tempo. Esta área fica no que antes era um depósito de trens.

Uma área tão ampla, central e sem uso logo se tornou um objeto de desejo para construtores e empreendedores que viram uma mina de ouro nestes terrenos de Midtown de Nova York. Por enquanto, ir até The Edge é a melhor desculpa para descobrir Hudson Yards, mas não é a única. Outras atrações turísticas neste bairro que você vai adorar são:

High Line

O High Line é da década de 1930, quando passavam trens em seus trilhos para abastecer com mercadorias a cidade de Nova York. Com o passar do tempo caiu em desuso e uma associação o salvou de ser demolido por ser uma parte da história desta grande cidade, para então convertê-lo em um espaço cheio de vegetação, arte e esculturas.

Projetado pelo designer de jardins Piet Oudolf, o paisagista James Corner e o estúdio Diller Scofidio + Renfro, o parque criado nos antigos trilhos de trem elevados entre a Rua Gansevoort e a Rua 34 oferece uma perspectiva diferente da cidade através da mistura de vegetação rasteira com outras plantas, instalações artísticas, móveis de madeira e a conservação dos icônicos trilhos de trem da Linha Alta.

O passeio através deste parque elevado na Hudson Yards é de 2 quilômetros em linha reta e leva cerca de uma hora para ser percorrido. Vale a pena visitar em qualquer época do ano, mas recomendo que você visite especialmente na primavera ou no verão.

The Vessel

Você sabia que esta estrutura de vanguarda foi projetada pelo arquiteto inglês Thomas Heatherwick, autor da pira para os Jogos Olímpicos de Londres 2012? Este edifício de aço futurista que muitos comparam a uma colmeia, vaso ou mesmo um shawarma se tornou o ícone do Hudson Yards e tem sido um sucesso desde sua inauguração em 2019.

No meio do caminho entre uma obra de arte e uma atração turística, The Vessel sobe mais de 45 metros com 16 níveis desde a base ao último andar. Consiste em 154 lances de escadas que ligam 80 plataformas onde é possível parar para apreciar as vistas do Rio Hudson, do centro cultural The Shed, do parque High Line ou dos arranha-céus ao seu redor.

É tão espetacular por fora quanto por dentro. A estrutura interna do edifício também é hipnótica quando se olha para o chão.

Em sua curta vida, tornou-se uma das atrações mais populares de Nova York e por isso formam-se longas filas na bilheteria. Entretanto, com este ingresso antecipado para o The Vessel você terá sua entrada garantida e economizará o tempo de espera.

Outros arranha-céus de Nova York

É claro que Nova York pode ser aproveitada tanto a pé como das alturas, e você sabe que existem vários edifícios (alguns mais ou menos míticos, outros mais ou menos modernos) que oferecem observatórios para o prazer de seus visitantes. Fiz uma tabela comparativa para que você possa saber as grandes diferenças entre eles:

  • Empire State
  • De R$ 229
  • Observatório: exterior
  • Andares: 86
  • Vistas: Edifício Chrysler, Rockefeller Center, 5th Avenue e de muito longe One World
  • Localização: Centro de Manhattan
  • Comprar
  • Top of the Rock
  • De R$ 203
  • Observatório: exterior
  • Andares: 70
  • Vistas: Empire State, Central Park e de muito longe One World Building
  • Localização: Centro de Manhattan
  • Comprar
  • One World Observatory
  • De R$ 196
  • Observatorio: interior
  • Andares: 102
  • Vistas: Wall Street, Estátua da Liberdade, Ponte do Brooklyn e, de longe o Empire State Building
  • Localização: Sul de Manhattan, NY
  • Comprar
  • The Edge
  • De R$ 196
  • Observatório: exterior e com piso de vidro
  • Andares: 110
  • Vistas: Empire State, Midtown e de muito longe One World Building
  • Localização: Oeste de Manhattan
  • Comprar

Organize sua visita a outros arranha-céus

Não há dúvida de que vale a pena visitar o The Edge, mas se você é um daqueles que prefere optar pelos clássicos, você provavelmente está pensando em subir o Empire State Building ou o Top of the Rock no Rockefeller Center. Não consigo ser objetiva ou encorajá-lo a escolher entre os três, mas posso te ajudar a conhecer mais sobre cada um para que você possa escolher o que melhor se adapta à sua viagem. Aqui estão os artigos que escrevi sobre Suba no Empire State Building e Ingressos Top of the Rock.

Se você tiver vontade de sair de Midtown e entrar nos muitos arranha-céus e luzes hipnóticas do distrito financeiro, então sua melhor opção será o One World Observatory, a torre que foi construída em homenagem às Torres Gêmeas. Deixo aqui todos os detalhes que você precisa saber para visitá-lo: Ingressos One World Observatory.