Parcele sua compra em até 6 vezes no cartão de crédito. Visa card MasterCard Black card American Express Black card

Berlin Pass

Se você quiser aproveitar tudo o que Berlim tem a oferecer por um bom preço, continue lendo que o Berlin Pass vai te interessar.

Ana Caballero

Ana Caballero

8 de mai de 2021 • Leitura de 8 minutos

Berlin Pass

©Fabian Schneidereit

Quando se viaja a Berlim, o ideal é ter todo o tempo e dinheiro do mundo para aproveitar tudo o que a cidade tem a oferecer, mas, como não é sempre assim, há um recurso que permitirá ao viajante economizar bastante: o Berlin Pass.

1. O que é o Berlin Pass

Museu Bode | ©Reiseuhu
Museu Bode | ©Reiseuhu

O Berlin Pass é um passe turístico planejado para que os visitantes possam conhecer os principais atrativos da cidade com uma série de benefícios que os permitirá economizar tempo e dinheiro. Pagando uma quantia fixa, você poderá:

  • Entrar gratuitamente em mais de 50 museus e monumentos de Berlim sem enfrentar fila;

  • Obter descontos em restaurantes e comércios selecionados;

  • Fazer um cruzeiro pelo rio que atravessa a cidade;

  • Desfrutar de um passeio no ônibus turístico;

  • Obter um guia colorido da cidade para planejar a viagem;

  • Utilizar o transporte público gratuitamente caso selecione esta opção.

De acordo com seus planos de viagem, você pode escolher entre o Berlin Pass para dois ou três dias e, pagando um pouco mais, pode adicionar a qualquer um deles o uso gratuito do transporte público da cidade que cobre as zonas A, B e C.

2. Como funciona o Berlin Pass

Antiga Galeria Nacional | ©Antonio Campoy
Antiga Galeria Nacional | ©Antonio Campoy

O funcionamento de qualquer city pass é simples: ele é ativado com o primeiro uso e, a partir de então, o usuário tem um tempo determinado para se beneficiar das suas vantagens ao mostrá-lo na entrada de museus e monumentos. Ao chegar ao ponto turístico, preste atenção ao acesso principal, já que, normalmente, há uma entrada especial sem fila para os portadores deste cartão.

O Berlin Pass pode ser comprado em qualquer um dos pontos de venda espalhados pela cidade, mas também pode ser obtido online de forma simples, com a possibilidade de escolher entre buscá-lo em um destes pontos ou recebê-lo em casa. Uma vez comprado, você tem um período de dois anos para ativá-lo sem se preocupar se seus planos de viagem sofrerão mudanças ou cancelamentos. Ao comprar o passe online, você pode esclarecer qualquer dúvida por email ao realizar sua reserva.

Preços por tempo de uso

  • 2 dias: 99 euros

  • 3 dias: 119 euros

  • 2 dias + transporte: 115 euros

  • 3 dias + transporte: 145 euros

As crianças menores de seis anos não precisam do Berlin Pass para utilizar o transporte público ou entrar gratuitamente na maioria dos museus e monumentos da cidade desde que estejam acompanhadas de um adulto. Há ainda um passe especial para crianças de 6 a 14 anos que inclui o mesmo que o passe de adulto com um preço reduzido.

Dica de viagem da Ana

Calcule a distância do seu alojamento aos lugares de interesse que pretende visitar para saber se vale a pena adicionar a opção de transporte público ao seu Berlin Pass.

3. Que atrações e experiências estão inclusas no Berlin Pass?

Checkpoint Charlie, Museu da Parede | ©Michael Fousert
Checkpoint Charlie, Museu da Parede | ©Michael Fousert

A essa altura, você já sabe o que é o Berlim Pass, como funciona, como pode ser comprado e quais são seus benefícios. Agora vou falar sobre a parte mais interessante: quais museus e monumentos possuem entrada grátis e quais experiências podem ser realizadas enquanto ele estiver ativo, também de forma gratuita.

O Berlin Pass inclui mais de 50 atrações e experiências, portanto é aconselhável consultar a lista completa ao adquirir o cartão. De qualquer maneira, estes são os maiores destaques:

Museu do Muro

Situado no Checkpoint Charlie, a mais célebre das passagens fronteiriças do Muro de Berlim, o Museu do Muro se dedica à história do muro que separou a cidade em duas durante os anos da Guerra Fria. É a opção ideal para entender em profundidade como este período histórico afetou todos os habitantes da capital alemã e como exerceu influência sobre o que a cidade é hoje em dia.

Museu Pergamon (Pergamonmuseum):

É o mais visitado da famosa Ilha dos Museus (Museumsinsel), um dos conjuntos de museus mais importantes da Europa. Abriga arte islâmica e do Oriente Médio, com destaque para o Altar de Pérgamo e as Portas do Mercado de Mileto.

Subida à Catedral de Berlim (Berliner Dom)

Além de ser um dos edifícios mais notáveis da cidade, é um dos melhores lugares para contemplar as vistas de Berlim.

Antiga Galeria Nacional (Alte Nationalgalerie):

Técnicas como o classicismo, o romantismo, o impressionismo e o modernismo se mesclam nesta renomada galeria.

Museu Bode (Bode-Museum)

Também situado na Ilha dos Museus, abriga arte bizantina e é uma das visitas preferidas dos buscadores de tesouros.

Museu Madame Tussauds

É um dos melhores museus de cera da Europa, e a qualidade e quantidade de suas figuras fazem a visita valer a pena. Pode ser também um divertido plano para a família.

Passeio em ônibus turístico com paradas livres

Esta é uma das principais vantagens do Berlin Pass. Durante um dia à sua escolha, poderá embarcar em um ônibus turístico com vistas panorâmicas e comentários a bordo. Este passeio inclui paradas livres, isto é, você poderá subir e descer do ônibus nos pontos que quiser, utilizando-o como um meio de transporte que facilitará seu passeio turístico pela cidade.

Cruzeiro pelo rio da cidade

Se for a Berlim no verão (no inverno as temperaturas baixas não permitem) também terá acesso a um cruzeiro de uma hora pelo rio Spree. Sugiro aproveitar esta oportunidade! Há diferentes horários disponíveis, além de ser uma ocasião perfeita para desfrutar das vistas da cidade sem pressa nem estresse.

Passeio de bicicleta por Berlim

Durante sua visita a Berlim, principalmente com tempo bom, você vai ver centenas de pessoas se locomovendo de bicicleta. Este é um meio de transporte muito comum na cidade e, além de tudo, uma forma original e cômoda de fazer um tour guiado visitando os principais pontos de interesse.

Museu judaico

Facilmente reconhecível pelo complexo arquitetônico que se encontra na superfície, é um dos pontos essenciais em qualquer visita a Berlim. Reserve um mínimo de duas horas para a visitação, já que no seu interior há uma grande variedade de depoimentos e elementos contextuais que te ajudarão a mergulhar em um período obscuro da história alemã.

Museu da Stasi (Stasimuseum)

É um museu dedicado à espionagem alemã e aos diferentes momentos históricos em que desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento da guerra e no destino do país.

Museu da Fotografia

Este museu realiza uma análise de diferentes temáticas através da fotografia tanto das personalidades mais conhecidas do gênero como de fotógrafos contemporâneos.

Museu Histórico Alemão

Mais de 8.000 objetos de diferentes tipos contam os diversos períodos da história alemã neste museu tão instigante. Imprescindível para os apaixonados por História.

Legoland

Um paraíso para as crianças e uma divertida e curiosa experiência para os adultos. Neste complexo dedicado ao Lego, você poderá se desconectar do estresse da cidade por algumas horas.

Tours a pé pela cidade

É o tipo de atividade que você nunca deve deixar de fazer ao visitar uma cidade. Com a companhia de um guia profissional, irá descobrir lugares super interessantes que não visitaria por conta própria, além de aprender curiosidades e dados históricos que o farão apreciar ainda mais tudo o que verá durante a viagem.

Dica de viagem da Ana

Em Berlim há muitos museus que fecham às segundas-feiras. Tenha isso em mente antes de ativar o seu Berlin Pass.

4. Vale a pena comprar o Berlin Pass?

Catedral de Berlim | ©Wendelin Jacober
Catedral de Berlim | ©Wendelin Jacober

Antes de decidir se deve comprar este ou qualquer outro passe turístico, meu conselho sempre será o mesmo: planeje sua viagem e faça contas. Um city pass pode ser uma excelente opção para economizar tempo e dinheiro, mas é preciso um mínimo de planejamento para aproveitá-lo devidamente.

Vale a pena quando...

Entre os muitos casos em que se pode economizar com o Berlin Pass, alguns deles estão listados abaixo:

  • Sua ideia é visitar a cidade em um ritmo intenso durante o tempo em que o Berlin Pass estiver ativo e ver dois ou três museus e monumentos por dia;

  • Vai utilizar o transporte público da cidade regularmente, seja porque sua acomodação está longe do centro, seja porque não pretende caminhar;

  • Pretende visitar a cidade em temporada alta durante um fim de semana e quer economizar tempo de espera;

  • Está interessado em experiências como o cruzeiro ou o passeio em ônibus turístico.

Não vale a pena quando...

Por exemplo, o Berlin Pass não é para você se:

  • Os museus que pretende visitar estiverem fechados durante um dos dias em que seu passe estiver ativo;

  • Você pode entrar nos museus e monumentos com qualquer tipo de desconto especial (por grupos, idade, profissão, etc);

  • Só quer visitar dois ou três museus durante sua viagem, e o custo individual das entradas não chega a cobrir o custo do passe.

Independentemente do que escolha, lembre que Berlim não é só museu e monumento. Há também bairros e zonas verdes para conhecer caminhando, além de pontos turísticos que não requerem ingresso. Reserve pelo menos um dos dias da sua viagem para percorrer a cidade a pé sem necessidade de pressa e horários.

5. Diferença entre o Berlin Pass e o Berlin Welcome Card

Cruzeiro no rio Spree | ©Dennis Jarvis
Cruzeiro no rio Spree | ©Dennis Jarvis

Se já fez as contas e percebeu que o Berlin Pass não vale a pena para você, antes de descartar por completo o passe turístico, também pode checar as condições do Berlin Welcome Card. Trata-se de uma outra opção para economizar durante sua visita à capital alemã.

A principal diferença entre os dois é que o Berlin Welcome Card está mais focado no transporte público gratuito (o que está incluso em todas as suas modalidades) do que nas entradas em museus e monumentos. A sua versão padrão inclui entrada com desconto nos principais pontos turísticos da cidade, mas não grátis. Por outro lado, enquanto o Berlin Pass é válido por 2 ou 3 dias, o Berlin Welcome Card também pode ser usado por 4, 5 ou 6 dias.

6. Se tem interesse em adquirir o Berlin Pass, também terá interesse em...

Palácio de charlottenburg | ©Dmitry Makeev
Palácio de charlottenburg | ©Dmitry Makeev

Há uma visita que não está incluída no Berlin Pass, mas, se tiver tempo, vale super a pena incluir no seu roteiro: é o passeio pelo Palácio de Charlottenburg.

Este palácio do século XVIII é o mais importante da capital alemã e, além da sua suntuosa decoração interior, conta com jardins magníficos abertos ao público gratuitamente. O local é ideal para se desconectar do estresse do centro da cidade, é facilmente acessível por transporte público e a visita não demora mais que uma manhã.

Além disso, o Palácio de Charlottenburg também oferece experiências premium, como um concerto de música clássica realizado pela Orquestra Residente de Berlim, ou um elegante jantar de três pratos em sua estufa. Se quiser saber mais sobre esta atividade, pode dar uma olhada no artigo sobre Charlottenburg Palace.